12.11.11

Tradução - Aoi e Ruki na TOKYO FM (Parte 3)

A Gabi (GMaiden) traduziu para o Português a última parte da entrevista do Aoi e do Ruki para o programa Yamada Hisashi no rajian limited F, que foi transmitida no dia 27/05/2011. Para quem não conhece a Gabi e não leu a outra tradução que ela fez para o blog, leia esse post. Mais uma vez, agradeço muito a ela pela ajuda!

Para quem não sabe onde baixar o áudio desse programa de rádio, entre aqui e acompanhem enquanto escutam.

Aoi e Ruki no programa Yamada Hisashi no rajian limited F - TOKYO FM [27.05.2011]
Parte 3 (No áudio, começa a partir de 01:10:52)
(Parte 1 | Parte 2 | Parte 3)

Tradução Japonês-Inglês: ruki_candy@LJ
Tradução Inglês-Português: GMaiden

-----

Y (DJ Yamada Hisashi): Transmitindo para todo o país pelo Studio 9 da Tokyo FM, essa é Yamada Hisashi’s Radio Unlimited Friday. Hoje temos como convidados o vocalista e o guitarrista do the GazettE, Ruki-san e Aoi-san, e estamos no meio de um “quiz”, o Primeira Vez Q. Agora vamos para o próximo, porque o the GazettE já esteve em Shibuya também...
A (Aoi): Sim.
Y: Dessa vez nós mudamos o local das entrevistas um pouco. Nós fomos ao norte de Sugamo. Vocês conhecem esse lugar?
R (Ruki): Eu nunca estive lá.
A: Não conheço o lugar.
Y: Bem, Sugamo... gosta muito do the GazettE.
A: *risos*
Y: Sério. Mesmo antes de começarmos a perguntar sobre o the GazettE, eles se reuniram na frente do Hot Stadium, então os entrevistamos.
A: *risos*
Y: Aqui está a pergunta.

[[ Senhora: Eu sou Fujiko, tenho 66 anos.
Entrevistador: O que você está fazendo em Sugamo?
S: Calças vermelhas.Vim pra comprar calças vermelhas.
E: *risos* Veio pra comprar calças vermelhas? Por.. por que calças vermelhas?
S: Eh, você não sabe?
E: Eu não… o quer que dizer?
S: Eu quero calças vermelhas, de um ugar chamado Maruji, mas todas as peças como calças, camisas, meias, lenços, já foram vendidas. Eles disseram que se você comprar essas peças, você fica cheio de energia.
E: Então isso é meio humorístico... tal ambição.
S: Isso, isso.
E: Bem, mas não existem shoppings e lojas que vedem peças vermelhas também?
S: Sim *risos*
E: Mesmo? *risos*
S: Sim. Eu trabalho como ajudante, e mesmo as outras senhoras me dizem “Você devia ir e comprar (as calças vermelhas).”
E: *risos* Bem, as outras senhoras que trabalham como ajudantes, também usam calças vermelhas?
S: Apenas duas.
E: Então são essas duas que acreditam nisso.
S: Sim.
Q: A propósito, qual foi a primeira coisa que você fez esse ano? Algo que você decidiu começar esse ano?
S: Algo que eu comecei esse ano... nada.
E: Você não começou nada recentemente, apenas vestir calças vermelhas.
S: Sim, sim.
E: *risos* Além de agora, você alguma vez já comprou calças vermelhas?
S: Bem, a primeira vez que comprei foi por acidente. Depois que comprei, pensei, “Que legal...” é algo que você pode vestir no verão, porque absorver bem o suor.
E: Entendo, porque contribui para o conforto.
S: Isso. Estive dizendo a todos para comprar também.
E: *risos* tentando conseguir mais voluntários.
S: Havia uma pessoa chamada Mai, que sem contar a ninguém, também vestiu. *risos* Ela disse que era vergonhosa por ser vermelha.
E: *risos* você ainda lembra do seu primeiro namorado?
S: Ah, meu primeiro namorado... bem, mesmo que você diga isso, nos só passamos 25 dias juntos, porque eu só conseguia pensar naquele homem como um irmão mais velho.
E: Ah, então você raramente lida
S: Hm, eu não conseguia me acostumar, então quando percebi, acabei o rejeitando.
E: Aaaaah...
S: *risos* Bem, eu não consegui entender o sentimento, e ele era “Ah, então não há nada que nós possamos fazer”. Foi meio tarde pra perceber aquilo. Foi algo assim. Eu pensava que gostava dele, mas na verdade era como um irmão mais velho. Por causa disso, então era realente uma paixão.
E: A propósito, seu primeiro beijo... também aconteceu nesses 25 dias?
S: Sim, sim.
BANG BANG BANG!~]]

R: *risos*
Y: Olhe agora, como esperado é algo novo. De repente teremos que adivinhar a cor da roupa íntima dessa senhora, Aoi-san...
A: Isso é certo?
Y: Fujiko-san, nós temos alguma vantagem aqui.
A: *risos*
Y: As calças da Fujiko-chan... são vermelhas. Certo? Estamos satisfeitos. Eh? Por que você não parece satisfeito?
A: Não, não é nada.
R: Isso… parece que não vamos ser capazes de esquecer por um tempo.
Y: Não, isso tem mais haver com a personalidade dela.
R: Ela é... energética, não?
Y: Certo? Ela é realente energética. Então, O que ela começou a fazer recentemente foi usar calças vermelhas. Ela queria aquelas calças, não queria?
R: Ooooh...
Y: Primeiro beijo… em geral, que tipo de memoria ela tem sobre isso?
R: Eh, ela tem 60 anos?
Y: Agora ela tem 66.
A: Hmmm.
Y: A propósito essa lembrança é de 40 anos atrás.
A: Ahh... 40 anos atrás?
Y: Como esperado naquele tempo, ela não teve seu primeiro beijo muito nova.
R: Certo.
Y: Seu primeiro beijo foi com 25 anos.
A: Ooh. Hmmmm.
R: O beijo aos 25 anos… que tipo de sentimento…
Y: Foi um beijo que aconteceu há 40 anos.
A: Sim. Que tipo de sentimento deve ter sido, não?
Y: Isso. Naquele tempo vocês ainda não tinham nascido.
R: Hmmm.
Y: Certo? Como esperado eu acho que beijos naquela época não eram muito populares.
R: Então a situação naquela época era bem diferente, não?
Y: Sim, naquele tempo eles não eram muito sinceros uns com os outros.
R: Hm. Talvez tenha sido em um local que vendiam refeições japonesas.
A: *suspira*
Y: Ah, você quer dizer o local que eles se beijaram? Mas o local não tem haver com a resposta.
A: Hmmm.
Y: O tipo de pensamentos que quando eles se beijaram é que importa.
A: Bem... não seria isso... ela não pensou em se casar com esse homem?
Y: Você acha? Bem, naquele tempo coisas como essa não eram pensadas tão precipitadamente.
A: Então não é essa a resposta?
Y: Não, não é.
A: *assobia* Então está errado...
R: Poderia ela estar pensando “Uma criança nascerá...”?
A: *suspira*
Y: Aaah... apenas com isso (um beijo)? Sério... eu me pergunto se estar certo pensar desse jeito.
R: *risos*
Y: Mas há pessoas que pensam assim.
R: Hmm.
Y: Aoi-san, você ainda se lembra do seu primeiro beijo?
A: Sim.
Y: Quando aconteceu?
A: No segundo ano da escola secundária. [Seria o ensino fundamental II, algo como a 6° série no Brasil.]
Y: Quem começou, você ou a garota?
A: Eu.
Y: Você começou?!
A: Sim.
Y: É isso então... esse tipo de coisa, aquela pessoa deveria pensar que o cara que deve começar, não? Ao invés de começar o beijo ela mesma. Como esperado, já que vocês estavam no segundo ano da secundária.
A: Sim, sim, sim.
Y: Isso... por favor, tente lembrar.
A: Uh.
Y: Você fez isso de repente (beijá-la)? Ou você pensou “Ficaria tudo bem se fizesse isso”. Não foi algo que você poderia só ir e fazer, certo?
A: Aah... sim. Bem, mas eu fiz isso enquanto estava flertando com ela.
Y: Aah, então foi algo assim “Eu não deveria fazer isso?”, então vocês dois se beijaram.
A: Sim
R: Hmm.
Y: Bem, a situação da Fujiko-san pareceria ser diferente.
R: *risos*
A: Hmmmm?
Y: Ruki-san?
R: A situação é confusa...
Y: Mas, inesperadamente, é embaraçoso para um homem dizer “Está tudo bem me beijar”. Nós raramente ouvimos algo assim.
A: Não é?
Y: Acho que seria difícil se eles tivessem esse tipo de pensamentos.
R: Hmm.
Y: Que tipo de beijo foi, Ruki-san? “Acho que vai ficar tudo bem se eu fizer algo assim (beijar)” naquele tempo não poderia ser assim, um beijo seria difícil, até pra um cara.
A & R: Hmmmm.
Y: Mesmo agora as pessoas podem fazer isso enquanto flertam, mas mesmo assim é um pouco difícil, não?
A: Não é?!
Y: Como beijá-la depois de chama-la pra ir a sua casa...
R: Não aconteceu enquanto ela estava bêbada, certo.
Y: Não, ela não disso que chegou a isso! Ah, mas aconteceu em seus 25 anos, então não seria algo errado...
R: Isso.
Y: Mas isso é um pouco...
R: Incomum?
Y: Talvez vocês se surpreendam. Para um primeiro beijo é bem…
A: *suspira*
Y: O que aconteceu naquele tempo.
R: Hm.
Y: Quando acabou, o que ela pensou?
A: Eeeh?
R: Ah, isso é difícil. Voltar 40 anos atrás...
Y: Então vamos ouvir a resposta correta. Aqui vai…

[[ E: A propósito, seu primeiro beijo… aconteceu nesses 25 dias?
S: Sim sim. Foi horrível. *risos* ]]

A: *suspira*
R: Eeee?!

[[ E: Foi horrível? Porque?
S: Eu poderia dizer que foi porque eu nem percebi quando aconteceu?! Meus lábios estavam secos e foi desagradável. Foi quando ele disse algo como “Ne, ne”, eu respondi “O que?”, então ele me beijou. ]]

A: Que bonito!

[[ E: Então no momento que você se virou, aconteceu.
S: *risos* foi assim.
E: Você conhece a banda chamada the GazettE? ]]

R: *suspira*

[[ S: Não conheço.
E: Não? Bem, ela tem cinco membros... *mostra a foto deles* Olhando agora, com qual deles você sairia?
S: Bem, Sair com esse tipo de pessoa seria muito bom. [Aponta para a foto]
E: Uoo.
S: Essa pessoa parece legal e agradável. Bem, todos parecem boas pessoas, mas esse é realmente um cara legal.
S: Então você sairia com o Ruki-san? ]] 

Y: Uoo. Que legal!

[[ S: Sim. Como dizer... eu gostaria de ser amiga dele.
E: Gostaria de ser amiga dele. E aonde você iria a um encontro com ele?
S: Talvez a Shinjuku Gyoen... [Um célebre e bonito parque, que já foi morada de uma importante família na Era Edo.] ]]

A & R: *risos*

[[ S: ... ou talvez a Shizuoka Prefecture (distrito do Japão, cuja a principal cidade é Shizuoka)
E: Como você gostaria que ele lhe chamasse?
S: Ah, gostaria que e chamasse de Fuu-chan.
E: Ah, Fuu-chan?
S: E o chamaria de Ruki-chan.
E; Ruki-chan e Fuu-chan. Entendi. Então vocês iriam a Shinjuku Gyoen e a Shizuoka Prefecture.
S: Acho que com ele seria bem legal. ]]

R: Fuu-chan...
Y: Oh! Ele a chamou! Ele a chamou!
R: Mas pra Shinjuku…
Y: Ela queria você a levasse para Shinjuku Gyoen...
A: *risos*
Y: ... ou então, Shizuoka. 66 anos e calças vermelhas.
R: Calças vermelhas...
Y: Sim, não é legal?
R: Poderia ser...
Y: Foi primeira vez que fizemos isso, mas como esperado, depois que perguntamos a ela sobre o passado e o presente, ela parecia ser uma boa pessoa.
R: Como esperado, certo... pelo visual.
A: Certo.
Y: Mudou, não foi?
R: Aaah.
Y: Bem, ela apenas julgou a partir da aparência de uma banda de rock, ou uma foto...
R: Ficamos emocionados.
Y: Não é? Tem a ver com vocês.
R: Conosco.
Y: Olhe, talvez devêssemos ver outra? Mas bem, o primeiro beijo dela foi horrível.
A: *risos*
R: Essa foi uma impressão só dela, acho.
Y: Isso vai ser inesquecível para uma vida toda. Lembrando que é horrível por 60 anos...
A & R: *risos*
Y: Foi realmente lamentável. É uma coisa importante, não é? Do nada, quando ela virou... apenas aconteceu e foi horrível.
A: Aaah.
Y: Agora continuando, essa é a segunda pergunta, de Sugamo.

[[ Senhora: Minha idade é 88 anos. Sou a Yukie.
E: Yukie-san, então o que veio fazer em Sugamo?
S: Hoje, eu vim para visitar um santuário, mas agora estou ficando cansada. *risos* Mas eu não consegui visita-lo, então estou descansando aqui, e agora estou indo pra casa. Porém, há muitas pessoas aqui, então não consegui descansar. E já tenho 88 anos, não?!
E: *risos* Certo.
S: Eu fico cansada, não é? *risos* Mas ainda consigo me levantar.
E: Mas você parece muito nova para uma senhora de 88 anos.
S: *risos* Não não, não sou.
E: A propósito, você se lembrar do primeiro cara com quem saiu?
S: O primeiro cara com quem sai foi quando eu estava no terceiro ano da escola primária. [8 anos, lol]. ]]

R: Eeehh?!
A: Isso foi muito cedo! *risos*

[[ E: Terceiro ano da escola primária?
S: Sim, eu era apaixonada pelo professor. Então, então houve uma exibição de caligrafia e desenho, e eu participei, mesmo achando que era ridículo, eu estava no topo da minha classe. Então a minha caligrafia ganhou o primeiro lugar, estava feliz. Por causa disso ele me elogiou, foi muito divertido, foi inacreditável.
E: *risos*
S: Eu tenho alguns taiyaki [Bolinhos de peixe] aqui, por favor, pegue alguns.
E: *risos* Muito obrigado!
S: E essas coisas não são leves, você poderia carrega-las pra mim? ]]

R: *risos*
Y: Ele recebeu os taiyakis!
R: Que pessoal gentil...
A: Hmm.

[[ S: Eu tive que esperar em uma fila. (para comprar os taiyakis)
E: Esperar?
S: Tinham umas 20 pessoas na vez.
E: Oh!! ]] 

Y: Wuah, foi um taiyaki que ela comprou em alguma loja.
A: Heeee.

[[ E: Espere. Isso é…
S: Ah, é uma bolsa.
E: Ah são bolsas. [Parece que o entrevistador está ajudando-a a carregar algumas bolsas]
S: Você poderia trazé-las aqui?
E: Claro. ]]

Y: Waah, mesmo que eles tenham se conhecido ali mesmo e estavam no meio de uma entrevista.
R: Hehehe.

[[ S: Você… qual o seu nome?
E: Aah, eu sou Ebina.
S: Ebina-san?
S: Sim.
S: Err... como (o nome) o daquele contador de rakugo [Como peças de teatro, só que com apenas uma pessoa contando monólogos humorísticos]? ]]

*gargalhadas*
Y: Incrível! Ela mudou o assunto.

[[ S: Aquela pessoa também se chama Ebina-san?
E: Mas o kanji é diferente.
S: Aah, então são diferentes, hm?
E: Sim.
S: Está ficando claro. [Pelo dia esta escurecendo, as luzes estavam acendendo, acho]
E: Aah, me desculpe! ]]

Y: Qualquer coisa que ela faz, para o Ebina está bem.

[[ E: Então, entre os cinco membros do the GazettE aqui (na foto), se você pudesse sair com algum deles, com seria?
S: Como pensei, são todos homens, certo?
E: Sim, todos.
S: Oh, eles costumam usar fantasias, eh? ]]

R: Fantasias?
A: *risos*
R: Fantasia? Como em uma festa?
Y: *risos* Não acho que seja isso.

[[ S: Ah sim, acho que esse aqui parece bom.
E: Então Ruki-san é o melhor? ]]

A: Ooooo.

[[ S: Ruki-san está ok. ]]

R: Ela disse ok, ela disse ok.

[[ S: Eu aprovei o Ruki-san ]]

R: Aprovou? Uwaah.

[[ E: A propósito, onde você gostaria de ir com o Ruki-san? Se vocês fossem em um primeiro encontro...
S: Deveríamos assistir a um Kabuki [O famoso teatro com máscaras e danças]? ]]

Y: Uoooooh! Vai precisar de algum dinheiro! [Ingressos para assistir aos Kabukis tem preços altos, são geralmente frequentados por pessoas de elite]
R: Uwaahahahaha


[[ E: Você quer assistir ao Kabuki?
S: Sim, não fui desde a minha infância...
E: A um Kabuki? Que tipo de encontro seria esse? ]]

R: *susurra* Desde a infância, ela disse.
A: Heee...
R: Que senhora refinada.
A: Uh.

[[ S: No Kabuki??
E: Você ficava feliz enquanto assistia as danças no teatro?
S: Sim. Eu fui levada lá… estava lá porque fui levada.
E: Bem, atualmente essas caras são músicos, fazem música. (mostrando a foto da banda)
S: Eh?
E: Música... eles fazem música. Então eu queria que você escutasse uma música deles, e que, por favor, nos fale sua impressão sobre ela.
S: Claro.
BANG BANG BANG! ]]

Y: Ooh, isso foi legal. Bem, Yukie-san, 88 anos, uma senhora refinada que ama Kabuki... De qualquer maneira “Aah, the Gazette costuma usar fantasias, eh?”
R: *risos*
Y: Como esperado, ela gosta de Kabuki, é por isso que ela vê o visual de vocês como fantasias. Certo? Então nós deixamos a Yukie-san escutar uma música do the GazettE.
R: Uh.
Y: Que tipo de impressão causou nela?
R: Que música ela escutou?
Y: *risos* Bem, claro que a deixamos escutar a nova música de vocês, VORTEX.
A & R: Aaaah sim.
Y: Nos a deixamos escutar em LR. [A tradutora JP – ING não entendeu isso, eu muito menos, desculpem. Mas achei um método que se chama Listening-Reading, ou seja, ela escutar a música enquanto tenta ler/cantar a letra, lembrando que é apenas uma suposição minha.]
A: *risos* Sério?
R: Ah sim. *risos*
A: Inesperadamente, foi uma impressão boa? [Que ela teve sobre a música]
Y: Bem, foi muito boa.
A & R: Ooo.
Y: Ela até deu uma ideia de uma situação aonde ela gostaria de escutar essa ótima música, com alguém em algum lugar.
R: Eeeh?
Y: Essa senhora de 88 anos é incrível! Ela não apenas escutou a música, como disse “Se há outra coisa, isso é mesmo real?”.
A: Sério?
Y: Bem, tem algo que é seu favorito! A senhora de 88 anos.
A: Sim, sim, sim. Isso...
R: Não é no Kabuki, certo? [O local que ela gostaria de estar escutando a música]
Y: Soa bem. Enquanto assistindo a um Kabuki, durante a cena de guerra, Ennosuke [Ator de Kabuki famoso] seria capaz de mudar suas roupas rapidamente. *risos* Não, não é.
R: O que seria? Me pergunto...
A: Isso... hmm.
Y: É uma coisa muito elegante pra se fazer. [Ouvindo uma música]
R: Ah.
Y: Eu nunca tive esse tipo de entusiasmo enquanto escutava the GazettE, mas quando chegar em casa eu quero tentar.
A: Ah! É uma coisa que todos podem fazer?
Y: Sim, todos podem. Claro, claro, dentro de casa. Qualquer um pode fazer, mas claro que você não pode escutar o the GazettE dessa maneira agora.
A: Eee... Oh.
Y: Tem mais uma coisa, o que é isso? Independente de estar escutando, é uma coisa que você pode deixar próximo, por exemplo.
R: Aaaah. Sim, sim.
Y: Seria algo bom para criar uma boa atmosfera enquanto escuta a música. Eu quero que vocês descubram.
A: Aah. Eu posso tentar?
Y: Por favor.
A: Enquanto faz exercícios físicos?
R: *suspira* Eh??
Y: Eh? Esse foi seu palpite?
R: *risos*
Y: O que foi isso?
A: Não não, enquanto ela está na sua casa, se alongando, por exemplo.
Y: Ah! Esse tipo de exercício físico?
A: Sim sim.
Y: Mas não é isso. Não é sobre exercícios físicos. A música é o ponto principal aqui.
A: Oh? É isso então?
Y: A música é o principal, está ao seu lado quando está frio, se existem coisas no ambiente, elas vão corresponder a música e fará ficar ainda mais bonita enquanto a escuta, foi o que Yukie-san disse.
R: O que foi isso?
A: EEEEEH?!
Y: O que foi isso? Eh?
A: Me pergunto o que…
Y: Isso é incrível. Maravilhoso, mesmo Eu fiquei querendo falar isso o tempo inteiro. Seria legal colocá-la [O que a senhora disse] em um próximo CD.
R: Ah, entendi!
Y: Oh!
R: Seria algo como incensos?
Y: *risos* Não não! Podem ser os pensamentos de uma senhora de 88 anos, mas é algo elegante.
R: Ah! Entendi! É algo relacionado ao aroma?
Y: Oh! Só mais um pouco, só um pouco.
R: Eeh? Mais um pouco??
Y: Um pouco mais! Quando há esse aroma, a atmosfera certa aparecerá. E você pode coloca-lo em um álbum [Da banda].
R: Eeeh?
A: Podemos colocar?
R: Tem um aroma.
Y: Tem um aroma, ou um perfume.
R: Sim.
Y: Está perto.
R: É algo grande?
Y: Não não, a partir de lá... eu devo dizer? Eeh, a partir daquele momento que Yukie-san escutou a música...
R: Rosas!
Y: *suspira* Você respondeu uma flor!
R: Ehehehe?
Y: Só mais um pouco!
R: Eu disse uma flor.
Y: Se você disse... então está perto!
R: Preta?
Y: Aaaaah! Foi perto!
R: Não é isso?!
Y: Aaaah! Aqui vai a resposta!

[[ E: Então, eu quero que você escute uma música deles, e por favor nos diga a sua impressão sobre ela.
S: Claro
...
E: É esse tipo de música...
S: Um.
E: Ah, eu acho que foi boa.
S: Ah, sério?
E: Sim. Que tipo de sensação você teve ao escutar?
S: É calmante, não é uma música ruim, se você continuar escutando. Pessoas novas não devem resistir, certo?
Q: De acordo com Yukie-san, como foi?
S: Bem, eu tenho quase 88 anos, então... por eu ter 88 anos, ocasionalmente escutá-la enquanto tomo chá verde ou café, seria bem divertido, certo? ]]

R: Hohohoho....
Y: Essa foi a resposta...
A: Huooo...
Y: Ela queria escutar enquanto tomava chá verde.
A: Chá verde, eh?
R: Tão elegante.
Y: Olhe!
A: O que há com essa resposta tão “celebridade”...
Y: Não é?! *risos* E o que foi aquela resposta “enquanto faz exercícios físicos”.
A: *risos*
Y: Heee? É chá verde.
R: Enquanto toma café ou chá verde, certo?
Y: Isso. Sentada, para criar uma aura elegante, enquanto segurar o CD player.
R: Aaaah.
Y: O espaço do the GzaettE será propagado?
A & R: Aaaaaaah.
Y: Bem, porque ela tem 88 anos, ela não pode viver sozinha.
A: Certo.
Y: Mas ela quer tentar escutar dessa maneira. Eu fiquei surpreso!
R: Heee. Que senhora incrível.
Y: Bem, Sugamo não pareceu familiar agora pra vocês?
A: Sim, apareceu, não foi?
R: Pareceu muito familiar.
Y: Certo? É possível para o the GazettE ter um live em Sugamo?
A & R: *gargalhadas*
Y: O tempo... por favor, por qualquer motivo fique sentados.
R: Sim, sentados, eh? *risos*
Y: Bem, então a última questão.

[[ Senhora: Sou a Terumi, tenho 66 anos.
E: Terumi-san, o que você veio fazer em Sugamo?
S: Hoje vim comprar um Samue [Roupas para monges] ]]

R: Samue? Ela foi pra comprar Samue?

[[ S: Qual foi a primeira vez que teve um namorado?
S: Ah, eu lembro. Meu primeiro amor?
E: Seu primeiro amor. Então por favor nos diga o nome dele, ou...
S: Hmm... O nome dele era Hanazawa Dango-san.
E: Dango-san?
S: Dango-san. [Fala sobre os kanjis] Foi muito legal, mas como eu pensei, meu primeiro amor terminou num piscar de olhos.
Q: Então você não tem nenhuma lembrança especial dele?
S: Não tenho.
E: Então, quando foi a primeira vez que você saiu com alguém?
S: O primeiro homem com que eu sai? Eu não acho que teve algum. Meu casamento foi arranjado.
E: Arranjado? Então antes de se casar, você não saiu com ninguém?
S: Isso. Eu só saia em grupos.
E: Quando você começou a sair com o seu marido, não havia saído com mais ninguém?
S: Isso.
E: Ah! Então a primeira vez que você a um encontro foi com seu marido?
S: Sim.
E: Você conheceu seu marido através do encontro para casamento arranjado...
S: Sim. ]]

Y: Que bom.

[[ E: Quando você o viu pela primeira vez, ele parecia bom?
S: Sim, a roupa que ele usava ficava muito boa nele, e a aparência dele era bem legal.
E: Então, quando foi a primeira vez que você e seu marido saíram juntos?
BANG BANG BANG!! ]]

Y: Como esperado naquela época, não?
R: Hmmmm.
Y: Ela foi a um encontro para um casamento arranjado. Depois disso, casou.
A: Hmmm.
Y: Bem, nós temos experiências em encontros, mas para pessoas que tem casamentos arranjados, isso é bem difícil.
R: Hmmmm.
Y: Bem, então, nos diga a imagem que vocês tem sobre isso, sobre o encontro da Terumi-san de 66 anos. Que tipo de encontro foi? Hm, eu acho que eles devem ter tido só 2 ou 3 encontros antes de casarem, esse é o motivo dela não ter tido muitos encontros.
R: O primeiro encontro, certo?
A: Pra onde ela deve ter ido?
Y: Err, isso... me pergunto se pode ser chamado de encontro. Ela teve esse tipo de encontro 3 vezes antes de casar. Como faremos isso... Devemos tentar descobrir somente o lugar e o que ela sentiu? Err, isso também... foi uma relação distante. Acho que ficará bem se tentar descobrir só isso.
R: Aaah!
A: Foi distante?
Y: Houve o encontro, não tiveram muito contato, e então se casaram. Foram apenas 2 ou 3 vezes, então os possíveis locais já ficam limitados, certo?
R: Pode ter sido em uma estação de trem?
Y: Hoo! Aqui vai! É isso.
A: Hm…
R: Em uma estação de trem...
Y: Então?
R: Sentados em algum dos bancos...
Y: Isso!
A: Ooh!
Y: Por quanto tempo ficaram lá?
R: Se contarmos o tempo... eh? Quanto tempo?
Y: Sim, sim, não seria limitado? Talvez naquele tempo não existissem shinkasen [Trem-balas] ou outros trens velozes.
R: Aaah, talvez por 10 minutos?
Y: Eh? Isso pode ser considerado um encontro? 10 minutos é o tempo de uma ligação.
A & R: *risos*
Y: Por favor, pense nisso como um encontro de casamento.
R: Eh? Talvez por 1 ou 2 horas?
Y: Então eles se encontraram por 3 vezes na plataforma de trem, por aproximadamente 2 horas...
A: Sim.
Y: Então se casaram...
R: *risos* Isso.
Y: Como isso é possível?!
R: Não, realmente não é possível
A: Não, algo como isso não seria possível.
Y: Então vamos escutar a resposta.

[[ Q: Então, quando foi a primeira vez que você saiu com seu marido?
S: Foi em Tokyo, na Estação de Tokyo (estação de trem). Eu vim de Shizuoka para Tokyo e um trem, então nos encontramos. Conversamos por aproximadamente 2 horas, em 3 ocasiões, e depois nos casamos. ]]
 
A & R: HEEEEEEEEEEE?!

[[ E: Foi isso? E o que vocês fizeram?
S: Bem, duas horas na Estação de Tokyo... e eu não conhecia muito da cidade, então meu marido me mostrou.
E: Então vocês se conheceram na Estação de Tokyo, então vocês passearam, conversaram, e só.
S: Sim. Nos fomos a um café, comemos algo, e só.
E: Entendo. Você ainda se lembrar do que falaram?
S; Não, não lembro. *risos*
E: *risos* Bem, existe uma banda chamada the GazettE… ]]

R: *respira fundo*

[[ E: ... É um grupo de cinco pessoas, e dessas cinco, se você pudesse escolher uma para sair, quem seria?
S: Eu não sei…
E: Se por acaso você chegasse a conhecê-los.
S: Se eu os conhecesse, seria essa pessoa, acho.
E: Ah, Kai-san? ]]

R: Woohoho!

[[ E: Você acha que ele é fácil de entender?

S: Não é por isso, é só porque quando olhei pra ele, tive uma sensação de que era uma boa pessoa.
E: Então quando você o viu, achou que Kai-san foi o preferido. ]]

Y: Heeee.

[[ E: Bem, qual deles é o mais “desagradável”?
S: Acho que esse aqui. *risos*
E: Reita-san? ]]

*gargalhadas*
*palmas*
Y: Ele não está aqui. Ele nem está aqui hoje!

[[ S: Bem, de algum modo…
E: Talvez se ele tirasse aquela faixa...
S: Bem, essa pessoa... eu acho que seria bem difícil casar com ele. ]]

*gargalhadas*
Y: Ei, ei, não fale de quem não está nem aqui! *risos*

[[ E: A propósito, se você pudesse sair com Kai-san no seu aniversário, onde você gostaria de ir?
S: Eu gostaria de assistir um filme.
E: Você queria assistir um filme? Há algo em especial que queria ver?
S: Hmm, algo que fosse legal, que eu gostasse. Algo assim.
Q: Aah, sim sim. ]] 

Y: Com o que foi dito, estava correto!! *palmas* Vocês acertaram!
A: Incrível!
Y: Bem feito!
R: Hoaaa…
A: Não foi incrível?
R: Então há algo como isso.
Y: Sim, há.
Y: Eles não saíram de Tokyo.
A: Hmmm.
Y: Deve ter sido a vista de Tokyo. (que os prendeu)
A: Isso.
Y: Porque era na estação de Tokyo.
R: Estação! *risos*
Y: Porque foi em uma estação, certo?
A & R: Não foi legal?!
Y: Pois bem, ela foi ao encontro, se casou, e então ela viu a foto de vocês, hm. Bem, de qualquer forma, Reita-san não teve sorte. *risos*
R: *risos* Isso é muito interessante!
Y: Desculpe, mas não diga à ele.
A: Não não não.
Y: Isso deve ser só para os membros que vieram hoje.
R: Não, é um “castigo” por não estar aqui.
Y: Mas você não pode, porque ele vai pensar “Por que eu fui rejeitado por uma senhora de 66 anos que eu nem conheço?”.
A & R: *risos*
Y: Seria algo assim. Bem, como foi [Estar no programa]? Vocês estiveram aqui conosco fazendo essas coisas ridículas.
R: Foi muito interessante.
A: Sim, bastante interessante. Por favor, nos convide de novo.
Y: Sério? O programa ainda está no ar, sabe.
A: Ahaha.
R: Não, sério...
Y: Realmente?
A: Sim.
Y: Vai ser bom se vocês vissem essas coisas em Sugamo também.
A: *risos*
Y: Bem, na próxima vez, venham de qualquer maneira.
R: Sim.
Y: Talvez fique tudo bem se nós gravássemos em Sugamo na próxima vez. E, por favor, tragam os outros membros.
R: Parece bom!
A: Ah, é uma boa ideia, não?!
Y: Se houver cinco pessoas, o que dirão do Reita-san ser escolhido como “desagradável”?
A & R: *risos*
Y: Bem, sério, temos muitas coisas pra falar sobre. Então por favor venham uma próxima vez!
A & R: Muito obrigado!
Y: Essa é a última...
R: Sim.
Y: Eh? Espere. Temos um ouvinte, ele está falando com o produtor agora. Ele disse que acabou de acordar.
A: Sério?
Y: Esse... mas o que que… o the GazettE não chegou às 3?
A: Aaah...
R: Olhe, já está no final.
Y: Certo, não?!
A: Isso.
Y: Eh? Você acordou agora? Eh? Você acabou adormecendo em sua casa? O que?
A: *risos*
Y: Eh? Isso é estranho.
R: *risos*
A: Estranho mesmo.
Y: Ele disse que quer ouvir a música do the GazettE.
A: Hmmmm.
R: Isso... ah, bem, então essa pessoa deve ter uma boa personalidade. Eu acho que vai ser fácil atender o pedido dela.
Y: *risos* Está bem?
R: Depois de tudo, acho que tudo bem.
Y: Você acha? Bem, veja... essa pessoa esteve aqui como convidada um pouco antes do the GazettE.
R: Hmmm.
A: Ah, bem...
Y: Nós sempre falamos só sobre música, como na BARKS, certo? Sobre VORTEX também.
A: Sim sim.
Y: É isso.
R: Se você acha que está bem, nós não nos importamos.
Y: Eh?
R: Tudo bem.
Y: Então devemos fazer isso? [Tocar a música]
R: Nós deveríamos.
Y: Mesmo? Bem, talvez. Até agora ele [A pessoa que ligou] veio até esse programa três vezes. Você já viram algo assim?
A & R: Não.
Y: Ah, não?
R: Não, não vimos
Y: Ah, se é assim, tudo bem. Bem, então antes de anunciar o final, tocaremos de novo a nova música mais uma vez pra essa pessoa. *risos*
R: *risos* Sim.
A: Sério... nos desculpem por isso. Obrigado! [Pelo que eu entendi, essa pessoa que ligou foi só uma encenação, para o Ruki não ficar envergonhado/confuso por anunciar a música mais uma vez, como no final da Parte 2 da entrevista, por isso o pedido de desculpa, e as risadas seguintes. Se for isso, que gentil.]
Y: Não, não agradeçam a mim.
A: *risos*
Y: Nós só tentamos fazer coisas novas.
R: Sim.
Y: Certo? Os ouvintes estão escutando atentamente.
A: *risos*
Y: E a pessoa de que falamos não escutou, porque estava dormindo.
A & R: *risos* Sim.
Y: Certo. Então para finalizar, por favor, apresente a nova música.
R: Sim, ee... por favor, escutem VORTEX do the GazettE.
Y: Esse é o nosso adeus enquanto a escutamos. Hoje tivemos o vocalista e o guitarrista do the GazettE.
A & R: Muito obrigado!

... (VORTEX)

compartilhe nas redes sociais

Comente com o Facebook:

4 comentários:

Anônimo disse...

Ruki preferidinho das senhoras da 3ª idade!kkkkkkkkkkkk
Reita realmente não agradou! kkkkkkkkkkkkk
Kai deixou boa impressão.
Aoi e Uruha... nem cheiraram nem federam....

Como esperado, senhoras de mais de 60 no Japão gostam de caras fofos ou caras com aparência madura. Desnarigados, loiros andrógenos e afro-latino-nipônico descentes estão em baixa! U.U

rubyzinha disse...

Esse parte foi engraçada ^^

Muito obrigada pelo comentário! Nem postei no Twitter e já tem comentário, gostei :)

Shiroki_D disse...

Final de entrevista divertida tbm /o/
E Muito boa a tradução novamente xDDDD

Coisas totalmente random de novo, muito engraçado isso das senhoras LOL

Biianca disse...

Aoi falando do seu 1º beijo HSUAHSUAHSUA flertou a menina... que menina sortuda essa >.<
omg tadiinho do Rei xDD e Ruki bem na fita hein? KKKKKKK gostei desse final, foi realmente divertido! :D Obrigada ^^

Postar um comentário