Digite o que procura

Blog do Uruha (23/08/2017)

Compre o novo CD

TRACES 2

4.8.12

Live Report - Zepp Nagoya (30/07/2012)

No dia 30/07 às 22 horas (horário de Brasília), a Kayomi (Kaoi do ChatBox) fez uma Twitcam para contar o show que aconteceu no mesmo dia no Zepp Nagoya, com o intuito de fazer um live report diferente e também para ver se os fãs do the GazettE iriam gostar da idéia. O evento durou mais de 2 horas e no final, apesar do horário, havia aproximadamente 70 pessoas assistindo a Twitcam.

A Kayomi entrou em contato com o Best Friends pela primeira vez em 2010, quando ela ainda estava no Brasil e desde então sempre tem oferecido ajuda, com idéias para ajudar os fãs. No começo da turnê Heterodoxy ela veio com a idéia do report na Twitcam, perguntando se seria legal. Eu apoiei a idéia e nós discutimos sobre como seria até o dia em que anunciamos esse evento. Então eu gostaria de agradecer a ela por ter feito isso pelos fãs que não podem ir aos shows do the GazettE e por sempre nos oferecer ajuda, comentar no ChatBox e responder os tweets do Best Friends.

Para aqueles que perderam a Twitcam, ou que gostariam de ler o que ela contou naquele dia, eu transcrevi partes do report do live no Zepp Nagoya que ela fez. Além disso, quero pedir desculpas aos visitantes do BF por eu não estar traduzindo os live reports das outras apresentações da turnê HETERODOXY que saíram na internet. Por falta de tempo, eu não pude traduzir, então espero que essa transcrição que eu fiz da Twitcam da Kayomi ajude os que não leram os demais relatos a terem uma idéia do que tem acontecido nos shows dessa turnê.

Lembrando que para quem gostou, hoje às 21:30, horário de Brasília, a Kayomi vai contar como foi o live que aconteceu no dia 31/07/2012 no Zepp Nagoya. Postarei o link no Twitter do Best Friends.

LIVE REPORT
STANDING LIVE TOUR12-HERESY PRESENTS-HETERODOXY Zepp Nagoya - 30/07/2012 
por @bravesounds

SE
01.Filth in the beauty
02.VORTEX
03.COCKROACH
04.32 Koukei No Kenjuu
05.Akai One Piece
06.Psychedelic Heroine
07.Ganges ni akai bara
08.Shiroki Yuutsu
09.CALM ENVY
10.AGONY
11.CLEVER MONKEY
12.VERMIN
13.HEADACHE MAN
14.Maggots
15.DISCHARGE

ENCORE

E1.Ride with the ROCKERS
E2.SLUDGY CULT
E3.HYENA
E4.THE $OCIAL RIOT MACHINE$
E5.Ruder
E6.LINDA~candydive Pinky heaven~

DOUBLE ENCORE

WE1.Kantou dogeza kumiai

-----

- A casa de shows do Zepp Nagoya é relativamente pequena, segundo a Kayomi, mas não esgotou. Ela também explicou como funciona a entrada em shows all standing. Cada ingresso possui um número e na hora de entrar, os staffs vão chamando os números por “blocos” e conferem a numeração nos ingressos das pessoas que estiverem entrando. Assim, não é necessário dormir na fila, como acontece em shows aqui no Brasil. Se o seu número do ingresso for um dos primeiros, você vai ser um dos primeiros a entrar, independente do horário que você chegar no local. Além disso, os Japoneses respeitam a numeração e não tentam passar um na frente do outro.

- Para quem tem interesse em ir em um live do the GazettE no Japão algum dia, a Kayomi disse que as Japonesas empurram, não tanto quanto no Brasil, mas empurram principalmente no começo do show e nas músicas mais pesadas. Ela deu a dica de que muitas vezes é melhor ir lá para trás e aproveitar o show, do que ficar na frente sendo empurrada o tempo todo.

- Uma curiosidade sobre um dos goods: a “muffler towel”, uma toalhinha que sempre vendem nos lives. Ela disse que o pessoal que vai nos shows, usa a toalhinha para se enxugar durante as apresentações e que é útil.

- O Zepp Nagoya possui umas divisões na área da platéia, que é separada em “blocos” por grades. Ela ficou do lado do Aoi, só que um pouco mais para o meio. Kayomi é fã do Aoi e sua amiga é fã do Ruki, por isso elas escolheram essa posição. O palco é muito colado na primeira grade. Pouco antes de começar o live, uma pessoa sobe no palco para explicar as recomendações, lembrar que é proibido tirar fotos, entre outras coisas. Assim que a pessoa diz "Tenham um bom show" e sai do palco, os fãs começam a se empolgar, pois sabem que é hora de começar o live.

- Filth in the beauty foi bem empolgante na opinião dela, mas não aconteceu nada de diferente do que nós vemos nos DVDs. Eles não deram pausas antes de começar VORTEX e o público ficou muito animado nessa música. Segundo ela, RUKI “rouba a cena” durante as músicas e em VORTEX isso ficou bem nítido. A presença de palco dele é ótima na opinião da Kayomi. COCKROACH também foi tocada sem pausas antes dela, o público nem teve tempo de respirar. Na hora em que o Ruki fala “Trash man” os fãs se empolgam muito. Kayomi sentiu que havia algum problema na guitarra do Aoi, mas não dava para perceber tanto nessa hora. Nessa música não aconteceu nada de mais, no máximo o Reita foi para o palquinho do meio e o Ruki ficou do lado dele. Eles deram uma pausa antes de 32 Koukei No Kenjuu. Foi um pequeno MC do Ruki, onde ele perguntou para o público se eles estavam bem, comentou que estava quente, pediu para o povo gritar, etc. Quando ele anunciou a música, as japonesas se empolgaram, mas como o ritmo dela é “parado”, Kayomi não teve muito a contar sobre essa música. A próxima foi Akai One Piece. Normalmente durante os shows, eles correm pelo palco nessa música, mas dessa vez eles não se moveram tanto quanto quando a música está no encore. Aoi e Uruha foram para o meio do palco na hora do solo, como de costume, mas apenas tocaram e voltaram para os seus lugares rapidamente. Eles emendaram essa música com Psychedelic Heroine, que é bem energética ao vivo e apesar de eles não saírem de suas posições, eles demonstram energia ali.

- A próxima foi Ganges ni akai bara. Kayomi disse que foi legal e que a voz do Ruki soou bonita nessa música, mas os membros não saíram de suas posições durante ela. Em seguida veio Shiroki Yuutsu. Kayomi disse que chorou durante essa música e que não viu muita coisa dela. Mas durante o solo do Aoi, a guitarra dele deu problema. Aoi chegou a começar o solo, mas não terminou. Nessa hora, Aoi se estressou, saiu do palco, e só retornou depois da parte do solo, parecendo irritado. Mas ele logo perdeu a irritação. Kayomi disse que a guitarra parecia estar fora do tom, mas o problema foi resolvido depois. Em seguida veio Calm Envy. Durante o solo do Uruha, um globo de luz apareceu no teto e um fato curioso foi que o público prestou mais atenção no globo do que no solo do guitarrista, pois se surpreenderam com a presença do objeto. Após Calm Envy teve uma grande pausa, Ruki parou para conversar com os fãs, mas ela não lembra como foi o MC.

- A partir daí, a banda voltou a tocar músicas mais agitadas. Foi uma sequência onde a cada música, o ritmo ficava mais pesado, mais violento, ao ponto de no final de DISCHARGE, as fãs estarem super cansadas. Em AGONY ela sentiu a casa de shows tremer quando o público pulava. Em Clever Monkey, ela sentiu falta do momento em que a banda canta no refrão, mas em compensação, eles deixaram os fãs cantarem por eles nessa hora, com Ruki pedindo para o público cantar cada vez mais alto. VERMIN foi muito forte e empolgante e em HEADACHE MAN, o público batia cabeça o tempo todo. Em um momento de Maggots, Ruki subiu em seu palquinho e ficou observando a platéia batendo cabeça.

- Após DISCHARGE, eles saíram sem jogar nada para o público antes de deixarem o palco. Kayomi e suas amigas estavam tão cansadas depois dessa sequência agitada, que  não conseguiram chamar pelo encore imediatamente. Mas eventualmente elas gritaram pela segunda parte do show.

ENCORE

- A partir do encore eles começaram a interagir mais com o público. Ao entrar no palco para Ride with the ROCKERS, Kai ficou olhando para a lateral, como se estivesse olhando para alguém e nessa hora, Reita apareceu. Eles se cumprimentaram, Reita conversou com o público, mas ela não lembra bem o que ele disse. Ela falou que ele é engraçado, pois as piadinhas dele são meio "sem noção", mas acaba sendo divertido. Segundo a Kayomi, Ride with the ROCKERS foi parecida com a versão do Venomous Cell. Aoi e Uruha entraram no palco para a adição das guitarras, como de costume, e ao final da música Ruki entrou para começar SLUDGY CULT. Eles começaram a se mover mais no palco durante HYENA. Na parte da música em que Ruki "corta" a garganta do Uruha com o seu dedo, o vocalista fez diferente e "cortou" a sua própria garganta. Mas no outro refrão, Uruha foi para o meio do palco e encostou no Ruki, que deu um sorriso e "cortou" a garganta do Uruha.

- Ruki anunciou THE $OCIAL RIOT MACHINE$ com um sorriso. Eles não se moveram tanto no palco, mas a música foi bem forte e marcante. Ruder veio em seguida e essa foi uma das músicas em que Ruki mais jogou água no público. Ele apertava a garrafa de água nos fãs e depois atirava o objeto na multidão. Inclusive, em um desses momentos, Ruki acabou acertando a cabeça de uma fã com uma garrafa, segundo a Kayomi. Ele chegou a parar e olhar com uma expressão assustada, mas logo voltou a se movimentar pelo palco. Kayomi também comentou, que pelo fato de o palco ficar bem perto da pista, os membros interagem mais com o público do que entre eles e ela achou isso muito bom. Essa é uma das diferenças entre as grandes turnê e as turnês realizadas para o fã-clube. Logo em seguida veio LINDA~candydive Pinky heaven~. Kayomi gostou da interação do pessoal dentro da platéia na hora que todos batem palmas, por exemplo. Os membros também interagiram bastante com os fãs durante Linda.

DOUBLE ENCORE

- Em seguida veio a pausa antes do segundo encore. Kai jogou baquetas para a platéia, enquanto Uruha, Reita e Aoi jogavam suas palhetas.
Em certo ponto dessa turnê HETERODOXY, os membros começaram a usar armas de água durante os encores do show para interagirem entre eles e com os fãs. Dessa vez não foi diferente, mas eles não entraram no palco trazendo as armas de brinquedo. Um momento engraçado, foi que segundo a Kayomi, Aoi entrou no palco para o segundo encore cobrindo seu rosto com o cardigã que estava usando. Ela usava o cardigã que foi um dos goods da turnê Venomous Cell (clique aqui para ver uma foto do cardigã) e com o rosto o tempo todo coberto, ele atravessou o palco em direção ao lado do Uruha, voltou ainda coberto, saiu do palco, voltou de novo ainda coberto e de costas para o público. As fãs riram muito dessa cena.

- Durante Kantou dogeza kumiai, Aoi saiu do palco para buscar uma arma de água amarela nos bastidores e retornou segurando o objeto embaixo de seu braço, tocando ao mesmo tempo. Até que em um determinado momento, Aoi parou de tocar, segurou a arma e saiu em direção ao Uruha, que estava tocando de costas para ele. Aoi parou, mirou nas costas do outro guitarrista e começou a atirar. A arma é uma metralhadorazinha, que quando você aperta saem vários jatinhos de água de uma só vez. Uruha ria e se encolhia, tentando proteger a guitarra, enquanto Aoi continuava a atirar. Depois de um tempo Aoi parou com a brincadeira, deixou a arma em cima do palquinho do Uruha e retornou para o lado dele do palco, onde Reita estava interagindo com o público. No momento em que Uruha reparou que a arma estava em seu palquinho, ele a pegou e saiu em direção ao Aoi. Aoi estava tocando quando Uruha mirou nas costas dele atirando, e para fugir da água, o guitarrista correu pelo palco de uma forma engraçada. Ele saiu do palco e voltou com uma arma azul, se aproximando do Ruki. Ruki estava cantando quando Aoi chegou por trás e atirou água nas costas do vocalista. Ruki saiu do local onde estava e se escondeu atrás da bateria do Kai. Uruha, que estava segurando uma das armas debaixo de seu braço, andou em direção ao Kai para acertá-lo. Ruki também usou a metralhadorazinha quando Aoi a deixou em cima de um dos palquinhos. Ele a usou para atirar nos fãs e quando a água acabou, ele jogou o brinquedo para trás. Aoi também usou a arminha para interagir com o público, apontando-a para os seios das meninas sem atirar. Ele apenas mirava e saía andando. Enquanto isso, Uruha estava na bateria do Kai batendo em um dos pratos do instrumento com uma baqueta. Kayomi disse que a cena foi engraçada, pois toda vez que Kai ia bater no prato, Uruha batia antes, deixando o baterista confuso. Ele não chegou a errar a música, mas teve um momento em que ele precisou se concentrar para voltar a bater no prato. Reita foi o último a ser atingido pelas armas de água. Após cantar o gutural de Kantou, Aoi parou de tocar, pegou uma das armas e atirou nas costas do Reita, que estava no meio do palco com o Ruki. Aoi perseguiu o Reita com a arma, enquanto o baixista corria para tentar escapar.  Kayomi disse que "guerra de armas de água" foi a melhor parte do show.

Sobre os Membros:

KAI
- Kayomi comentou que Kai está bem cabeludo, ela nem conseguiu vê-lo direito.

RUKI
- A roupa dele parece um pouco com a de The Suicide Circus na opinião da Kayomi. A calça dele ficava caindo e ele ficava subindo ela toda hora, como foi contado em outros reports.
- Ela elogiou o cabelo do vocalista, dizendo que estava incrivelmente lindo.

URUHA
- Segundo ela, as fãs do Uruha parecem ser as mais empolgadas.
- Uruha provoca o público durante os lives, se abaixando e chamando, o que faz com que suas fãs fiquem ainda mais empolgadas.
- Quando eles voltaram para o encore, a roupa do Uruha foi a que mais chamou a atenção, pois ele usava uma blusa onde umas partes dela eram transparentes. Não sei explicar muito bem.
- Ela comentou que o cabelo dele estava bonito, com um movimento parecido com o do PV de THE INVISIBLE WALL.

AOI
- Na opinião dela, o Aoi está um pouco mais “cheinho” do que antes, na barriga.
- Ele estava bem energético e animado, mesmo depois do problema com sua guitarra. Aoi interage bastante com o público e quanto notava que o pessoal do lado dele do palco estava meio devagar, ele olhava para o as fãs e colocava o polegar para baixo, fazendo sinal negativo com a cabeça.
- As fãs Japonesas comentaram em seus reports que os pais do Aoi estavam nesse live. Ela viu um senhor na parte de cima do Zepp Nagoya e acha que poderia ser o pai do Aoi, já que as fãs disseram que ele estava presente.

REITA
- Como a Kayomi não gosta muito do Reita, ela não comentou muito sobre ele. Mas ela disse que ele estava bem animado no show.
- Durante a Twitcam, alguém perguntou sobre o físico do Reita e para ela o Reita é “fortinho”, não é magro nem gordo.

Curiosidade:

- Durante as pausas entre as músicas, as fãs gritam os nomes dos membros e o que mais se ouve são os gritos das fãs do Reita. Para a Kayomi, a ordem de gritos dos fãs é Reita > Ruki > Aoi. Ela não escutou o nome do Uruha sendo chamado muitas vezes, mas ela acha que talvez seja porque as fãs ficam todas concentradas de um lado só do palco e como a Kayomi estava na outra ponta, talvez não tenha escutado. As fãs gritam pelo Kai, mas ela não ouviu tantos gritos.

Para quem chegou até aqui, obrigada por ter lido. Eu tentei resumir, mas como sempre, não consegui. Mas mesmo assim, espero que seja útil para alguém.

compartilhe nas redes sociais

Comente com o Facebook:

4 comentários:

Anônimo disse...

RUBY VC É A MELHOR *-*
Eu nao tinha conseguido ver o twitcam e fiquei super curiosa ;-; obrigada mesmo

O show pareceu ser divertido *-*, mesmo eles nao se mexendo muito em certas musicas

A guitarra do Aoi sempre da problema D: , eu tmb choraria em shiroki yuutsu <3

Adorei a parte da guerra de água xD deve ter sido muito engraçado ver eles brincando.

(Iris)

Anônimo disse...

Ahhhh eu ameeeeeeeeei ameeeeeeeei,obrigada pelo resumo Ruby!Gamei do Aoi de brincadeira com o Uruha!^^
By:Azumi-chan

ruki_rukia disse...

uhuhahduhsusah XD eu nunca usei a toalhinha nos lives XD ainda tenho as minhas embaladas XDDDDDD que bom que tem pessoas aqui do nihon participando aqui no BF (;_;) eu jah nao posso mais ir em lives (._.) sinto ateh saudades XD

shima_waka disse...

Nem preciso dizer que morri rindo deles brincando com arminhas de água SDPOJFOPJDSOFJPIDSHFLIDUSHLIUFS PFVR

Obrigada Ruby, eu acabei dormindo e nem pude ver a twitcam.

Postar um comentário