3.7.11

Tradução - Aoi e Ruki na TOKYO FM (Parte 1)

No começo do mês de Junho, a ruki_candy traduziu uma parte do programa "Yamada Hisashi no rajian limited F da TOKYO FM" com o Ruki e o Aoi, que foi ao ar no dia 27/05/2011.

Abaixo está a tradução em Português da entrevista, cujo áudio pode ser escutado nos links abaixo:
- Link para baixar o programa aqui.
- Para escutar, clique nos links a seguir: Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

-----

Aoi e Ruki no programa Yamada Hisashi no rajian limited F - TOKYO FM [27.05.2011]
Parte 1 (30 minutos iniciais do programa) 
(Parte 1 | Parte 2 | Parte 3)

Tradução Japonês-Inglês: ruki_candy@LJ
Tradução Inglês-Português: Ruby/Denise

----

(...)

A (Aoi): Sim, err... A voz já está perfeita.
Y (Yamada Hisashi, apresentador- @yamadamic): Eh? Peraí…
A: *risos*
Y: É o guitarrista Aoi-san, que se juntou a nós?
A: É verdade, é verdade.
Y: Eh, então por que o the GazettE tem sido tão gentil por todo esse tempo?
R (Ruki): *risos*
A: Não não não, eu achei que seria difícil se conectar...
Y: Bem então, originalmente eu tive a oportunidade de conhecer o vocalista Ruki através do Twitter.
A: Sim sim sim.
Y: Depois disso nós passamos a nos falar o suficiente, então foi tipo “vamos fazer isso [essa entrevista de rádio]”, certo.
A: Ummm.
R: *risos* Não teve outra escolha a não ser fazer.
A: E foi feito de uma maneira refinada, né?
Y: Não é? Então eu tive que calcular bem.
A: *risos*
Y: Bem, e com isso, o Ruki-san está na minha frente.
R: Sim.
Y: Mas é a primeira vez que a gente se encontra.
R: É sim.
Y: Mas de alguma forma, nem parece que é a primeira vez.
R: É uma novidade.
Y: Como dizer isso.
R: Parece mesmo como no Twitter.
Y: É verdade. Aoi-san, você sabia sobre essa relação entre eu e o Ruki-san? Você tem acompanhado?
A: Sim eu sei, porque apareceu na minha Timeline.
Y: Ah é?
A: Só que eu pensei, “Que inveja deles...”
Y: Eh? Peraí. Aoi-san também está no Twitter?
A: Sim, estou.
Y: Eu não sabia disso.
R: *risos*
A: Olha, olha...
Y: Ooi, o Ruki-san não me contou.
R: *risos*
Y: Eu pensei que só o Ruki-san tivesse Twitter. Então você também está lá, certo?
A: Estou, claro que estou.
Y: Se eu me lembro bem, originalmente [nós nos conhecemos] através do Teru-san. [@TE_RUR_ET. Para quem não lembra dos Tweets, leia a tradução aqui]
A: Sim.
Y: Porque eu também estou lá [no Twitter]
A: Já faz mais ou menos um ano...
Y: Certo, certo. Bem, é o mundo das bandas de rock que adoram álcool.
A: *risos*
Y: Aquela ajuda pode ter sido inesperadamente importante para mim.
A: Ooo.
R: É verdade. Foi minha culpa, mas eu tenho a sensação de que isso foi forçado pelo Teru-san, então... *risos*
Y: Certo. Então agora eu vou explicar uma coisa. Primeiramente, o Teru-san é um músico de Hokkaido conhecido e ele se dá bem com muitas pessoas... Dito isso, Ruki-san, na Quarta, não foi? O famoso...
R: Tio. [Talvez ele esteja se referindo ao Ooizumi You, que ele citou nos tweets naquela época? Não tenho certeza...] 
Y: Aah, aquela pessoa, certo.
A e R: *risos*
Y: As luzes de Hokkaido, certo?
R: *risos*
Y: Vamos continuar. Então, você disse que é fã daquele tio.
R: É verdade.
Y: O motivo foi dito, certo, com certeza.
R: Sim, agora mesmo, não é?
Y: E depois disso, o Teru-san disse, “Em qualquer situação, é importante ter um companheiro.” Dito isso, o Ruki-san perguntou algo do tipo, “Isso é sério? Da próxima vez, por favor, me apresente.” Então ficou emocionante.
R: Ficou, não é?
Y: Bem, naquela época, eu e o Aoi-san também vimos aqueles tweets na Timeline, tipo “Hee, vai ter mais alguma conexão?” Enquanto pensávamos assim, de repente o Teru-san disse, “Bem, então a partir de agora o Yamada vai se encarregar daquela coisa [da qual nós estávamos falando] anteriormente.”
R: *risos*
Y: Eu realmente não entendo! Eu sou um empresário...?!
A e R: *risos*
Y: Eu fiquei muito chocado!
R: Certo, isso foi bem interessante.
Y: Eu pensei, “Eh, eu é que vou ficar encarregado disso?”. Então eu recebi uma mensagem do Teru-san naquela hora, via DM.
R: *risos* Sério? Então foi assim...
Y: Tipo, “Nós vamos fazer mais disso na Timeline”, eu acho, e “Bem, como parece mesmo que o Ruki-san gosta de você, embora o Ruki-san nunca tenha se encontrado com o Yama-chan. O the GazettE é uma banda muito boa, então por favor trate-os bem, estou contando com você.” Eu pensei, “Ele é o seu pai?!”
R: *risos* É verdade, não é? Essa foi a primeira vez, não foi?
Y: Sim, aquela foi a primeira vez. Mas olha, a respeito dessa rádio, geralmente eu não tenho algo que eu queira falar, mas como trata-se de pessoas que eu nunca encontrei antes, eu não faço idéia. Dessa vez é tipo, sobre o que eu deveria falar no começo?
R: Certo. Eu entendo o que você está falando. Isso não é como um milagre?
Y: Sim, porque alguém me implorou pra fazer isso, You-chan [provavelmente alguém do staff] perguntou, “Que tipo de pessoas vão aparecer?” E eu respondi, “Hm, mas eu nunca os encontrei...”
A e R: *risos*
Y: *risos* É estranho, não é? E então, “Eu nunca os encontrei antes, mas eles são músicos.” E o You-chan disse, “Ah é? Os fãs deles disseram que estavam felizes porque o the GazettE vai aparecer, mas que tipo de pessoas eles são?”
R: *risos*
Y: Realmente levou um bom tempo para que isso acontecesse. Porque a conversa foi mais ou menos há um ano?
R: Sim.
Y: Bem, essas foram as circunstâncias. Pra falar a verdade, no ano passado eu fui no Budoukan. Na Quinta-Feira, dia 22 de Julho de 2010, vocês fizeram um live no Nippon Budoukan, não é? Não estou errado com relação a isso, certo?
R: Não, não tem erro.
Y: Eu fui lá.
R: Por que você foi? *risos*
Y: “the GazettE Tour 10 Nameless Liberty Six Bullets 01”.
R: Sim.
Y: Eu fui lá, bem, precisamente, para falar a verdade eu quase fui ao camarim.
R: *risos*
Y: Desculpe por isso. Nós íamos limpar os arredores do Budoukan para ser local de gravação desse programa, e enquanto nós estávamos limpando, “Uwaa... quem são aqueles no enorme outdoor? Eh? G-A-Z-E-T-T-E. Uwaa, é o the GazettE!”
A e R: *risos*
A: Muito obrigado.
Y: Me desculpe mesmo, mas eu não pude entrar.
A: Aaah... *risos*
Y: Mas a parte da frente ficou muito bem limpa.
R: Então é por isso que estava tão limpa.
A: Sim, estava muito limpa.
Y: *risos*Então é assim. Ainda há muitas coisas sobre o the GazettE que eu não sei. Hoje, eu e os ouvintes queremos saber mais sobre o the GazettE, então nós fizemos vocês virem aqui.
R: Sim.
Y: Anteontem, no dia 25 de Maio, o novo single VORTEX foi lançado! *palmas*
A e R: Muito obrigado.
Y: Dito isso, deve-se perguntar sobre as novas músicas, mas esse tipo de programa fica em outro lugar.
A: *risos*
Y: Há vários de programas desse tipo, né?
A: Ok.
Y: Eh? O Aoi-san também tem escutado a minha rádio, certo?
A: Sim.
Y: Geralmente o fluxo...
A: Bem, até certo ponto é assim, mas eu também queria promover.
Y: Aí vem!
A e R: *risos*
Y: Eh? O que foi? Essa pessoa queria fazer do jeito correto.
R: Eeh, me pergunto quem é.
Y: Bem, vai sair hoje, ok?
R: Sim.
Y: Ah, é bom ouvir isso! Depois disso, eu gostaria de fazer a promoção eu mesmo, de alguma forma, ok?
A: Sim, nós podemos fazer isso.
R: *risos*
Y: É lastimável, mas eu não quero ser um obstáculo. *risos* Então primeiramente, como o the GazettE acabou de lançar um single no dia 25, eu gostaria de falar muito sobre ele. VORTEX, lançado no dia 25, VORTEX, lançado no dia 25, VORTEX, lançado no dia 25.....
A e R: *risos*
Y: Sim, eu promovi o single. Muito obrigado.
R: Já é o suficiente, certo?
Y: É, não é?
A: Sim, sim, muito obrigado.
Y: Eu nunca disse três vezes antes! *riso*
A: Nós estamos realmente agradecidos por você ter dito tantas vezes.
Y: Ah, é bom ouvir isso. Bem, a promoção terminou! Depois dessa, não vai ter mais. *risos*
R: *risos*
A: Muito obrigado.
Y: Estou aliviado. *quase sussurrando* O the GazettE são pessoas legais. Sinto que isso vai caminhar facilmente.
R: *risos*
Y: Agora, aqui eu gostaria de tocar uma música. Por favor, apresentem a música.
R: Ok, essa é VORTEX, do the GazettE.

...(VORTEX toca)

[Yamada Hisashi no rajian limited F --“the GazettE QUIZ”]

Y: Bem, essa noite nós estamos com os convidados Ruki-san, vocalista do the GazettE e com o guitarrista Aoi-san. Por favor, nos tratem bem.
A e R: Por favor, nos tratem bem.
Y: Como isso soa, o the GazettE Quiz?
A e R: Hmmm.
Y: Vocês já fizeram isso antes?
A e R: Não, não fizemos.
Y: *risos* Tudo bem se vocês nunca fizeram isso.
A e R: *risos*
Y: É um dos programas centrais dessa noite. Com relação a isso, não há pressão. Então não fiquem relutantes em participar. Não tem problema nenhum. Bem, assim como nós conversamos no começo, vocês dois já foram em várias rádios, mas nós não sabemos que tipo de pessoas o Aoi-san e o Ruki-san são.
R: Sim.
Y: E dito isso, a partir de agora, nós vamos fazer várias perguntas ao Aoi-san e ao Ruki-san. Não vai ser rigoroso, não vai haver nenhuma punição se você participar.
A: *risos*
Y: Nós não vamos pedir para vocês escalarem uma montanha se a resposta estiver errada. Por exemplo, vai ser algo como, o tipo de mulher que o Ruki-san mais gosta.
R: Hmmm.
Y: Claro, nós vamos fazer com que o Ruki-san responda a pergunta, mas nós precisamos que outra pessoa, a pessoa que mais entende o Ruki-san aqui, responda. Nós também vamos pedir para o guitarrista Aoi-san responder a mesma pergunta.
A: Por favor, deixe isso comigo, de verdade.
Y: Olha só. Bom, isso vai levar um longo tempo.
A: Parece mesmo que vai levar um longo tempo.
Y: Sim, e nós vamos continuar dessa forma, que tipo de pessoa o Ruki-san é, ele é uma pessoa boa, uma pessoa ruim, ou uma pessoa admirável? Então nós também vamos fazer o oposto, que tipo de pessoa o Aoi-san é, ele é uma pessoa boa, uma pessoa ruim, ou uma pessoa erótica?
A: *risos*
Y: Certamente, uma resposta errada do tipo “uma pessoa ruim” ou “uma pessoa erótica”, será descoberta.
A e R: Eu entendo.
Y: Nós vamos saber se tiver alguma coisa estranha em ambas as respostas e na hora nós saberemos quem está mentindo.
R: Ah, é verdade.
Y: Conto com vocês. Então, nós vamos precisar que vocês escrevam as respostas nesses quadros.
R: Por favor, deixe conosco.
A: Eu entendo.
Y: Não vai ser bom se vocês se refrearem aqui, não é que “Se eu não sofrer, você não vai sofrer também.”
A: Aaaaaah.
Y: Aqui, Aoi-san, você deve estar bem empolgado.
A: Bem, [eu conheço ele] como uma esposa, então deixa comigo.
Y: Uau, estou feliz em ouvir isso.
A: Eu entendo.
Y: O Ruki-san está cobrindo os olhos dele um pouco.
R: Não não não.
Y: Eh, eu vou dizer isso agora então. Pessoal, esse é o QUIZ do the GazettE, primeira pergunta!
A: Sim.

[Primeira Pergunta – Qual é o vegetal favorito do Ruki-san?]

A e R: *risos*
A: Pra começar com vegetal, isso é bem…
Y: Mas como você pôde escrever a resposta tão rápido, Aoi-san?
A: Aah, ainda não terminou?
Y: *risos* É porque até mesmo o Ruki-san está na dúvida do que responder.
A: Ah, bem, eu já terminei.
Y: Você sabe a resposta?
A: Sim.
R: Até eu acho que vai ser incrível se ele souber isso.
Y: Eh? Vocês dois têm isso na cabeça, não é? Esse vegetal. Acima de tudo, você nunca fez isso antes, certo [responder a mesma pergunta]?
A: Bem, é.
Y: Acho que é bem normal como eu pensei, certo? Vocês passaram por momentos difíceis juntos, vocês já são profissionais há um bom tempo, tenho certeza que vocês passaram por pepinos de uma ponta a outra. Devem ter ocasiões como essa, certo?
A: Sim, tem situações como essa, eh?
R: Totalmente.
Y: Bem, eles escreveram! A resposta do Ruki-san é…
R: O vegetal que eu gosto, não é?
Y: O vegetal que você gosta.
R: O vegetal que eu gosto, eh? Entendi. Eu entendo.
Y: Não é “Eu entendo”! É algo sobre você!
R: Certo, acho que é isso. Sim.
A: *murmura* Não tem nada além disso.
Y: A resposta que o Aoi-san escreveu, você viu em algum lugar.
A: Eu vi e ouvi sobre isso, bem, ele não come muito vegetais.
Y: Aah, a princípio?
A: A princípio.
Y: Bem, mesmo entre esses, você poderia reduzir bastante a lista de possibilidades.
A: Sim. Talvez não exista nada além disso.
Y: Você está bem confiante.
A: Quando você escuta o nome desse vegetal, eu sei que não tem nada além disso.
R: *risos* Sério? Você está mentindo.
A: Sério, sério.
Y: Mesmo assim, Ruki-san, você escreveu duas respostas. Inesperadamente tem alguns vegetais que ele gosta.
A: Sim sim.
Y: Estou preocupado com isso. Vamos mostrar. Um, dois.. Don!
A: Eeh??!
R: Ah! É esse aí, não é? *risos*
Y: *risos* Espera aí!
A: Espera aí! Isso. Dessa vez… Você pode pegar o meu pescoço, eu tinha visto isso.
Y e R: *risos*
Y: Eles vão explicar isso. Primeiramente, Ruki-san.
R: Cebolinha.
A: Tomates deliciosos.
Y: É diferente, não é?
R: Esse aí também é… é uma exceção. Há tomates que eu gosto também.
Y: Ooi, isso só aconteceu recentemente, o que ele [Aoi] sabe, certo?
R: Existem, certo? Realmente só existe um tipo de tomate que eu consigo comer, entretanto, eu não consigo comer outros tipos de tomates.
A: *risos*
Y: Dessa forma... é o que o guitarrista entendeu. Ele te viu comendo aqueles tomates, então ele achou que fosse a única coisa que você conseguisse comer!
R: Eu disse isso.
Y: Você disse isso pra você mesmo, não foi?
A: Ele realmente disse.
Y: Por isso que o Aoi-san escreveu com confiança. O que foi isso?
R: Sim, então não é cebolinha.
*Gargalhadas e palmas*
R: Definitivamente não é cebolinha.
Y: Ele acabou de dizer que não é cebolinha. *risos*
R: É tomate.
Y: Mas espera, o que você escreveu antes disso?
R: Ah, isso é…
Y: Por favor.
R: É isso, mas…
A: Aaaaa.
R: É por isso, mas é abacate.
Y: Oo, abacate. Abacate está bem também. Mas o que você acha disso, Aoi-san?
A: Eu também sei disso.
Y: Você também poderia ter respondido isso?
A: Sim sim.
Y: Mas você escolheu tomate.
A: Se você perguntar agora, eu acho que é tomate.
R: É verdade. É uma coisa sobre a qual nós conversamos só ontem.
A: *risos*
Y: Por que você escreveu cebolinha então?
A: Certo, por que cebolinha?
R: Hm, talvez... se você me perguntar sobre algo que eu gosto em todas as suas formas, com certeza é cebolinha. *risos*
A: *risos*
R: Isso é...
Y: Ah, desculpe, mas isso não é o que os membros sabem, certo?
R: *risos*
Y: Que pena, é insatisfatório.
R: É lamentável.
Y: É, né?
A: Isso não é bom.
Y: Eu achei que o the GazettE pudesse se tornar um só.
R: Realmente... é uma sensação de traição.
*Gargalhadas*
A: Eu fui traído. Me pergunto se nós deveríamos nos separar... *risos*
R: Oooi *risos*
Y: Não não, só por causa de uma cebolinha. *risos* Aoi-san, isso foi demais. E aquela foi só a primeira pergunta. Nós vamos fazer perguntas sobre você também mais tarde.
A: *risos* Ah, é verdade. Vou ser paciente.
Y: Sim sim. Você deveria ser paciente.
R: *risos* Isso é bem interessante.
Y: Por que esse tipo de aura não apareceu antes? *risos* Bem, aqui está a próxima.

[Segunda pergunta – Qual é a parte da carne que o Aoi mais gosta?]

A: Sim sim sim.
R: Parte?
Y: Então, é bem simples. Recentemente as pessoas têm comido vários tipos de carne, até as partes menores.
R: Entendo.
Y: Ao ponto de ser perto de Terakawa Junmon..... [A tradutora não conseguiu escutar essa parte direito]
R: Se entrelaça ruidosamente pelas multidões.
Y: Detalhista com relação as partes da carne... Certo?
R: Heee... Que parte será?
Y: O Aoi-san sempre responde tão rápido, ele não está hesitando de maneira alguma.
A: Sim, eu sempre vou a restaurantes de yakiniku.
Y: Como esperado, por exemplo, você também vai com frequência com os membros. Quando o Aoi-san estava comendo, o Ruki-san prestou atenção [no que o Aoi estava comendo]?
A: Acho que ele prestou.
Y: Se ele não soubesse, daria uma sensação de solidão, não é?
A: Um pouco, sim.
Y: Bem, seria solitário.
R: Yosh, respondi.
Y: Eh, você parece ter muita certeza. Não é a parte que o Ruki-san mais gosta, ou a parte que o Aoi gosta, mas você não.
R: Não é não. Estou considerando ambas as partes.
A: *risos*
R: Eu também gosto dessa parte.
Y: Você também gosta? Então há uma similaridade aqui.
A: Tem, né?
R: Hm, talvez.
Y: Bem, vamos lá. Um, dois, Don!
A: Eeh?
Y e R: *ofegando*
A: O que? Essa foi a primeira vez que eu ouvi falar disso.
R: Eh, você tá mentindo! *risos*
Y: *risos* Desculpe. Primeiro, vamos ver a resposta do Aoi-san.
A: Sim. Costela.
Y: Costela comum, eh?
A: A comum.
Y: É uma coisa que todo mundo gosta, né?
A: É sim.
R: Entendo...
Y: Não tem como alguém não gostar disso no yakiniku.
A: Né?
R: Aaaah... bem, ele disse que sempre vai nesse lugar, então eu achei que soubesse essa.
A: Bem, tem vários tipos de costela, certo?
Y: Tem sim.
A: Então poderia haver motivos.
R: Aaah, entendo.
Y: Porque primeiramente, se o Aoi-san de repente respondesse que parte ele mais gostava de forma maníaca, ninguém saberia disso, certo Ruki-san, qual foi a sua resposta?
R: Tomo Sankaku. *risos*
Y: Quem é esse? Quem é você, um especialista em gastronomia? Você não é um músico e seu papel não é vocalista?
R: *risos* Mais do que costela, isso é bem melhor quando é preparado em óleo.
Y: Essa sensação de desesperança é boa! *risos* Mas você sabe, você sabe.
R: Então não é esse?
Y: Por que você está perdido em algo tão trivial como isso? Você não diz…
A: Certo? Ele fingiu bem.
Y: Ele fingiu mesmo, né?
R: É mesmo? Tomo Sankaku… Eu realmente achei que a resposta seria algum tipo de costela e não vísceras de boi/porco.
Y: Entendo, mas achar que é Tomo Sankaku é tão... Agora todos os ouvintes devem estar procurando por isso. No Gugugu... Google. Tipo, “Como é que é? O que?” E se eles confundissem com outra coisa, eles achariam Tomosaka Rie. [Cantora e atriz japonesa]
R: *risos*
Y: Se eles digitarem em hiragana, as letras mais próximas vão aparecer, por que deveriam haver tais tipos de dificuldades... *risos*
*silêncio rápido*
Y: O que você está fazendo????
A: Não, espera aí, está quente aqui.
Y: Você tá tirando as suas roupas? Aoi-san está tirando a roupa! *risos* Isso é uma coisa que um mestre [?] faria?
R: *risos*
Y: E agora esse vocalista está um pouco... *risos*
A: Ele é desse jeito mesmo, não é?
Y: Né? Ele faz demais as coisas no próprio ritmo.
R: É bem inapropriado aqui, não é?
Y: É verdade, é verdade. Agora eu u quero apresentar um the GazettE unido aos ouvintes.
R: Aaah...
Y: Finalmente, Ruki-san, é arriscado ter um espírito como esse, sabia?
A e R: Não vai ser bom, certo.
Y: Bem, vamos para a próxima.
R: Sim.
Y: the GazettE Quiz.

[Terceira pergunta – Que parte do corpo da mulher o Ruki-san mais gosta?]

A: Essa pergunta é bem…
Y: Será que dessa vez a resposta vai ser “O Tomo Sankaku da mulher”?
R: *risos*
A: Essa parte também é desejável, é bonita e desejável.
Y: Aoi-san, não diga isso! *risos*
A: *risos*
Y: Não diga palavras do tipo “bonita”! As pessoas vão ficar na expectativa. *risos* Bem...
A: Bem…
Y: Estou contando com você pra isso.
A: Não tem outra parte além dessa para ele.
Y: Ah. Vocês conversaram sobre isso também?
A: Bem, na verdade nós não falamos sobre isso.
Y: Sério? Mas gosto para mulheres é algo que você saberia por algum motivo ou outro, certo?
A: É verdade.
Y: Porque vocês são membros [da mesma banda]. Então nessa rádio, como esperado, o Ruki também responderia algo sobre o tipo de mulher favorita do Aoi. Nós temos bastante tempo.
R: Entendo.
Y: Vocês já conversaram sobre amor e partes do corpo?
R: Você quer dizer, sobre Tomo Sankaku?
Y: Não não não, não isso! *risos* É você que gosta de falar sobre isso! Bem, vamos ver a resposta. Um, dois... Don! Uooo, bem, isso é…
R: Essa é…
Y: Certo? A resposta está correta, não é?
A: Bem…
Y: Certo? “Pés/pernas [em Japonês]” e então “leg [em Inglês]”… Está correto! *palmas*
A e R: Muito obrigado.
A: Essa está correta.
R: Sim, eu acho que essa vai estar correta.
Y: Vocês dois se conhecem no caso dessa resposta, certo? Mas a preferência do Aoi-san é diferente?
A: A minha é diferente.
Y: Ah é?
A: Sim.
Y: Está perfeitamente… Você escolheu essa resposta porque você queria que fosse a mesma do Ruki-san?
A: Sim.
Y: He, Ruki-san, ele disse que é verdade.
R: Heee... Bem, mas a essas alturas todo mundo já sabe disso.
Y: Desde quando todo mundo sabe?
R: Hmmm, se você contar desde a época que eu comecei essa banda até agora, foi mais ou menos na metade, eu disse isso de forma adequada.
Y: Você mesmo disse isso? Tipo “Eu gosto dessa parte”. Então é um fato que foi dito no passado. Você fica contente se você só puder ver as pernas.
A: ..... Ele realmente parece gostar das pernas.
R: *risos*
Y: *risos* Você até disse isso duas vezes.
R: Ele anda bem controlado ultimamente. Ele está virando adulto.
Y: Tem mais uma coisa. Que partes das pernas você mais gosta?
R: Não tenho nenhuma preferência específica.
Y: Então você pensa mais no equilíbrio.
R: Prefiro mais se estiver equilibrado.
Y: Bem então, parte do mundo se apaixona por pernas.Quando você se encontra com pessoas parecidas, você pode conversar sobre esse assunto enquanto aproveita uma boa refeição, ou algo do tipo.
A e R: *risos*
Y: Bom, vamos continuar. A próxima pergunta é essa.

[Quarta pergunta – Que imitação especial o Aoi faz de alguém?]

R: Que… eh, o que?
Y: Eu nunca ouvi falar disso. Nessa pergunta não vai ter outro jeito de responder a não ser fazendo a imitação. Vai ser um absurdo depois de um tempo. *risos* Esse é o motivo, Ruki-san...
A: Eh, e-eu… eu vou ter que imitar?!
Y: Bem, é lógico, nós não vamos saber se a resposta está certa ou não a não ser que você imite.
A: Não não, ah...
Y: É por isso que está nas mãos do Ruki-san, fazer com que a resposta seja tão absurda quanto ele quiser. Se o Aoi-san conseguir imitar o que o Ruki-san vai escrever e se for parecido, a resposta estará correta.
R: Sim.
Y: Então vai ser assim.
A: Eeeh?
R: Eu só ouvi falar de uma imitação que ele fez.
Y: Mas ele fez, não fez? Olha!
R: Sim, ele fez várias coisas.
Y: Ah, o que foi isso? Aoi-san…
A: Sim?
Y: Então esse tipo de ocasião aconteceu, certo?
A: Eeh? Eu realmente nunca fiz uma imitação antes…
Y: *risos* Eh? Bem, bem, me pergunto como vai ser isso. Suas respostas serão “Eu vou fazer essa”. Vamos ver agora, suas respostas, por favor. Don!
*Gargalhadas* *Alguém bate na mesa*
A: Haaaah...
Y: *risos*
R: Isso não é uma imitação, é? *risos*
A: Não não não, mas é sobre o meu dialeto.
R: Aah, eu entendo.
Y: Bem, tente fazer a do Aoi-san primeiro.
A: Eu vou fazer o Kinniku Suguru, ok?
Y: Podemos dizer que isso é uma imitação?
R: Mais do que chamar isso de imitação, é como se ele se parecesse com ele naquela época.
A: Hmmm. Ah, muito tempo atrás, eu era mais forte.
Y: Ah, é mesmo?
A: Eu podia fazer um Kinniku melhor.
Y: Ah, por causa da autoconfiança do Aoi-san em seu próprio corpo, certo?
A: Sim.
Y: Por isso que você imitou o Kinniku Suguru…
A: Bem, tipo Kinnikuman.
Y: Ah, Mesmo se for chamado por um nome diferente, aquele tipo de impressão.
A: Completamente.
R: Foi desse jeito.
Y: Ele foi um super-herói, não foi? Então teve uma época em que o Aoi-san parecia com o Kinniku Suguru... Bem, Aoi-san, a próxima imitação vai ser sobre essa coisa que o Ruki-san escreveu.
A: Isso é…
Y: *risos* Ah não, bem, antes de você dizer quem é, faça a imitação primeiro.
A: Eeh??
Y: Eu não vou saber, mas se nós escutarmos uma gargalhada do Ruki-san, então nós saberemos se você imitou ou não.
A: Não, ele não faz idéia disso.
R: Eu não faço idéia, mas essa é a única imitação que eu já ouvi falar. *risos*
Y: Aaah, então você quer que ele faça? Como esperado, você gosta dele a esse ponto?
A: Você quer que eu pareça detestável desse jeito? *risos*
Y: *risos* E isso agora? Isso é perigoso?
A: Bem, o Ruki é melhor nisso do que eu.
R: Talvez o Aoi-san esteja querendo acreditar que eu sou melhor do que ele. *risos*
A: Você…!
Y: O que é isso agora? Eu realmente não faço idéia! Bem, vamos ouvir a imitação. Que frase será que ele vai dizer? 3, 2, 1. Por favor.
A: Eu sou a Ozaki da PS Company.
R: *risos*
A: Você não sabe, né? Eu te falei!
*Gargalhadas*
Y: *palmas* Você até disse o nome dela! Isso não é uma imitação! Você acabou de imitar a presidente da sua Companhia, certo?
R: Sim, de vez em quando ele faz isso quando ele a vê.
Y: *risos* Sim, agora, por favor, sente-se.
A: Aaa. Está muito quente!
Y: Está mesmo.
A: Eu já quero ir pra casa.
R: *risos*
Y: Mesmo sendo um membro [da Companhia], você faz isso.
A: Bem, eu faço.
Y: Por que você esqueceu disso? Você não pode chegar  a isso, Aoi-san. Desse jeito nós nunca conseguiremos um BINGO, eh, mesmo se a presidente vier nesse estúdio hoje. Eu fiquei bem surpreso. Do nada pediram para os membros [do the GazettE] fazerem uma imitação há um tempo.
A e R: *risos*
Y: Bem, por hora vamos encerrar [esse bloco] por aqui.
R: Aaah. Muito obrigado.
Y: Agora eu gostaria de apresentar uma música. Eh? Qual será a próxima? Por favor, esperem um Segundo.
R: Sim.
Y: Tenho certeza que os dados tinham sido inseridos aqui. Bem, você escreveu VORTEX há algum tempo. Então a música que será tocada agora é a música acoplada ao single VORTEX?
R: Sim, se tornou uma das acopladas.
Y: É a acoplada então?
R: Hm?
Y: Não, eu quero dizer, tudo bem se nós tocarmos a música acoplada?
R: Tudo bem.
Y: Não não, mas eu ouvi falar disso. Originalmente para o the GazettE, as músicas acoppladas são feitas para as pessoas que compraram o CD primeiro, então vocês nunca tocaram as músicas acopladas [desse single] em rádios ou mídia antes.
R: É verdade. Mas hoje essa oportunidade nos foi dada, então eu gostaria de apresentá-la para o Yama-san.
Y: Hee, sério? Bem, por favor, então toque a música só nos meus fones de ouvido...! Pessoal... *risos*
R: *risos* Não não, a transmissão, tudo bem se pedirmos para você tocá-la durante a transmissão também?
A: *risos*
Y: Nós realmente vamos tocá-la então.
R: Sim, tudo bem.
Y: Nós realmente vamos tocá-la de Hokkaido agora. Tudo bem se tocarmos a música acoplada?
R: Estou contando com você.
Y: Mas os fãs vão ficar bem surpresos. Tudo bem? Eu não estou pedindo uma coisa impossível, estou?
R: Sim. Tudo bem.
Y: Aí vai, aí vai.
R: *risos*
Y: Waah, isso é mais do que uma pessoa pode desejar... Bem, tudo bem se eu tocá-la apenas na frequência LLR [Low Level Radio] hoje?
A e R: *risos*
Y: Tudo bem mesmo?
R: Parece que só esse lado quer tocar a música.
Y: Eh? Aoi-san? Parece que ele não consegue nos escutar.
R: Então não há outra escolha a não ser tocá-la. *risos*
Y: Eu entendo. Uau, isso é algo realmente ótimo. Pessoal, por favor, façam barulho. Os fãs do the GazettE também, por favor, fiquem felizes. Pessoas que não estão felizes também, por favor, fiquem felizes. Esse dia chegou. Então sem mais atrasos, por favor, apresente a música.
R: Sim, Eee… essa é a música acoplada ao single VORTEX do the GazettE, UNCERTAIN SENSE.

… (UNCERTAIN SENSE toca)

compartilhe nas redes sociais

Comente com o Facebook:

7 comentários:

Anônimo disse...

A: Bem, [eu conheço ele] como uma esposa, então deixa comigo.

'A: Eu fui traído. Me pergunto se nós deveríamos nos separar... *risos*
R: Oooi *risos*'


WTF SHAUSHAUSHUHSUAHUSHAUSHHAUHAHAUHAUASA


ESTÃO TRAINDO O MOVIMENTO. *APANHA* Q
Eu achei essa entevista meia confusa. D8

Shiroki_D disse...

Nossa, eu nem cheguei a ler quando saiu em inglês por falta de tempo, mas já que está em português, irei fazer um esforcinho e ler xDDD

Essa entrevista parece ser muito divertida /o/

Biianca disse...

Eu estava querendo taaanto a tradução!
Amei! e consegui acompanhar lendo a entrevista ao mesmo tempo em que eles falavam! *-*
é tão bom vc ouvir eles falando e saber o que exatamente eles estão dizendo!
Obriigada! <3

Anônimo disse...

Muitíssimo obrigada, Ruby! Você salvando todos os fãs curiosos do the GazettE XD Desculpe o abuso >< mas tem previsão para a continuação da entrevista? *-*

Ruby disse...

Ah, que bom que gostaram de ler ela traduzida :)
Vixe,e u demorei bastante pra pegar essa entrevista pra ler e depois fui traduzindo a passos de tartaruga, mas pelo menos saiu ^^

Eu não sei quando a ruki_candy vai postar mais uma parte da entrevista, tem que esperar... :)

Anônimo disse...

Adorei essa entrevista xDD

Ela tem continuação né?

Anônimo disse...

o audio não esta mas disponível !:/

Postar um comentário