Digite o que procura

Blog do Uruha (23/08/2017)

Compre o novo CD

TRACES 2

7.10.13

MTV81: the GazettE Back to Basics – Segment 1



O site MTV81 publicou uma entrevista em vídeo que será postada em dois segmentos. Veja a primeira parte no link abaixo e a tradução em Português.

the GazettE - Back to Basics – Segment 1

Vocês podem nos contar sobre o novo álbum de vocês, que será lançado em Outubro?

Aoi: O álbum foi produzido para soar bem próximo de como nós soamos ao vivo. Essa é uma das coisas das quais nós tínhamos consciência enquanto trabalhávamos nele. E sobre as músicas em si, as verdadeiras cores do the GazettE penetraram bem. Então eu acho que as pessoas não ficarão decepcionadas. Concordam?

Kai: Sim..... Concordo.

Membros: (Risos)

Uruha: Dessa vez, as individualidades de cada membro foram inseridas no álbum. Nós costumávamos fazer apenas álbuns conceituais, mas dessa vez é como retornarmos às origens. Acho que o álbum acentua os pontos bons da nossa banda. Então para o the GazettE, eu acho que nós realizamos uma abordagem bem incomum para as coisas. Estou ansioso para ver como as pessoas vão reagir a ele.

Vocês estão ansiosos para a sua World Tour que começa em Setembro?

Ruki: Quando nós fizemos uma turnê mundial há seis anos, não sabíamos de nada direito, nós não tínhamos nenhum objetivo. E quando nós olhamos para trás, é disso que nós nos arrependemos. Nós fomos sem pensar em nada. Então, baseados na experiência daquela época, nós não achamos que faríamos uma outra turnê mundial, já que nós não obtivemos nada daquela experiência e não faz sentido irmos lá só porque nós somos populares. Portanto, dessa vez nós gostaríamos de ter um objetivo decente e depois disso, através da experiência, nós queremos construir um alicerce para o próximo ano e para o ano depois do ano que vem. Eu sinto que nós finalmente estamos nesse estágio.

Aoi: No Japão, para nós as reações de todos é a mesma. Claro que mesmo assim é legal ver isso... Mas em outros países, todo mundo pode fazer o que quiser. Isso meio que me empolga, já que nós não conseguimos ter uma experiência assim no Japão. Nós curtimos essa parte, não é?

Membros: Uhum.

Qual foi o melhor live do the GazettE?

Uruha: Eu não acho que tocar em um festival, ou algo do tipo, automaticamente qualifica uma apresentação como a melhor, mas em festivais há um senso de competição-- Você quer ser o melhor e eu particularmente acho que nessas circunstâncias nós geramos uma quantidade incomum de poder. É meio que isso o que eu acho.

Kai: Ah, festivais.

Uruha: Festivais.

Kai: Sim.

Reita: Mas eu acho que a nossa melhor apresentação pode ter sido o nosso show de despedida [No sentido de último show, ou último show das turnês, talvez?].

Membros: Uooooo!

Reita: Nós nunca nos cansamos e é por isso que nós continuamos a nos apresentar. Eu acho que nós não conseguiríamos crescer como banda se não fosse assim.

Ruki: Eu acho que nós essencialmente somos uma banda que existe por causa dos concertos. Nós fazemos os CDs a fim de apresentarmos aquela música. É assim. Nós estamos envolvidos com os lives mais do que com qualquer outra coisa, então nos nossos concertos, nós sempre queremos e tentamos representar todas as emoções que nós sentimos enquanto fazíamos cada música.

compartilhe nas redes sociais

Comente com o Facebook:

8 comentários:

Anônimo disse...

Marcus : the gazette é fods!
esse novo álbum vai vir com tudo !
espero que as musicas venham cada vez mais inteligentes e emocionantes !

Anônimo disse...

Obrigado Ruby por trazer esse conteúdo pra cá.
Gostei muito da entrevista.
Espero ansioso pela parte 2 e claro, pelo álbum! *-*

Edilson Sama disse...

eles falam bonito que foda

JessYiskah disse...

Estou muito ansiosa pra ouvir o álbum por causa disso de mostrar as "as individualidades de cada membro". Está me parecendo que descobriremos mais sobre cada um deles com essas musicas *-*

Que legal que eles partiram para a World Tour com um pensamento mais maduro. Eles devem ter aprendido bastante com a experiência ^-^

"Mas em outros países, todo mundo pode fazer o que quiser..." Que ideia o Aoi faz da gente!? O.O
Isso é tipo: fora do Japão não há leis... kkkk
Bom, ele deve estar falando só em relação a direito de imagem... >.<
Aliás o Aoi falou mais nessa entrevista 8D. Ele andava tão calado...

Obrigada Ruby!

JessYiskah disse...

Eu esqueci de comentar desse sorrisinho do Uruha que está na imagem. Muito lindinho! *-* (ou um pouco assustador...?) Parece anime kkk

Anônimo disse...

Adorei a entrevista. Obrigada, Ruby!

Meio off o comentário mas, a maioria dos asiáticos tem uma voz meio fina e talz... mas os Gazettos todos têm as vozes bem bonitas, másculas. E bem características. Tipo, se nós apenas ouvirmos eles falando (sem imagem) a gente já sabe quem é :) Adoro as vozes deles.

Mira disse...

Eu queria ver a entrevista mas por algum motivo a minha internet está para me chatear.........

Lendo a tradução pareceu ser uma entrevista bastante interessante e gostei de ver o ponto de vista dos membros sobre a world tour e o novo álbum. Também acho que vamos descobrir algumas coisas sobre cada um deles e a visão que eles têm da música.

E bem que eu desconfiava que os lives eram algo muito importante para eles! :)

Agora é esperar que o vídeo funcione....

Obrigado Ruby! :)

Mira disse...

Voltei só para dizer que adorei o vídeo!! ^^

E eu tinha de comentar isto!! É a primeira vez que vejo o Kai com as unhas pintadas de preto! \o/ É oficial: adoro o visual de Fadeless!! E os sapatos do Ruki ganham destaque de tal forma que o meu olhar foi várias vezes roubado por eles! xD

Postar um comentário