Digite o que procura

Blog do Uruha (23/08/2017)

Compre o novo CD

TRACES 2

12.1.14

[Tradução] REDNIQS - Uruha (11/11/2013)

O tumblr acataleptic-thoughts postou um resumo do que foi falado na entrevista com o Uruha para o REDNIQS, do dia 11/11/2013. Veja abaixo a tradução em Português:

REDNIQS - Uruha (11/11/2013)
Entrevistas do REDNIQS/Novembro de 2013: Aoi | Uruha | Reita | Kai | Ruki

Tradução Japonês-Inglês: acataleptic-thoughts
Tradução Inglês-Português: Ruby (Denise)

-----

Sobre o Beautiful Deformity:
• "Que tipo de álbum vocês fizeram dessa vez?" – Uruha disse que o novo álbum pode ter vindo depois do Division, mas ele não é conceitual como o anterior. Em outras palavras, é mais sobre colocar (com confiança) os membros lá e apresentar a banda do jeito que ela é. Quando eles lançaram o Division e saíram em turnê, o sentimento de criar outro álbum surgiu e eles avançaram com essa idéia.
• Normalmente eles teriam um conceito em mente antes de criar um álbum, mas o Beautiful Deformity saiu de uma maneira mais natural. Eles apenas sentiram a necessidade de criá-lo sem terem nenhuma imagem concreta em mente, além de focar neles como banda.
• “Quantas composições vocês tinham durante a seleção de músicas?” – No total, os cinco fizeram cerca de 20 músicas para o álbum. Asai ficou surpreso com a quantidade e disse “Tudo isso?!”. Uruha disse que eles não contaram o número de composições que estavam fazendo, ou decidiram quantas eles deveriam levar. Na verdade eles faziam uma e levavam para as reuniões para mostrar para os outros.
• Todos os cinco levaram várias músicas que eles tinham para discutir (ou seja, discutir quais entrariam no álbum, quais não entrariam, quais teriam que ser mais trabalhadas, etc) e por isso, esse processo levou um tempo significante.
• Uruha não conseguiu lembrar quantas, mas ele levou cerca de 6-7 músicas, porque ele tinha composto algumas bem antes.

--

Uruha recebeu a letra “A” da palavra “GAZETTE” e os seguintes tópicos foram discutidos:

1. Audience (Público) (観客) - “Como foi a primeira world tour que vocês fizeram após seis anos?” Isso foi mais a respeito de como era o público.
• Com relação aos locais que eles foram, Uruha disse que aquela foi a segunda vez que eles passaram pela Europa, mas eles nunca tinham ido na América do Sul antes. Uruha não fazia idéia de que tipo de lugar era, então antes de chegar lá ele estava com sentimentos contraditórios. Mas quando ele chegou, ficou surpreso com o número de fãs.
• Por exemplo, quando eles chegaram, os fãs estavam por toda parte no aeroporto. Uruha achou o poder dos fãs incrível. Foi tão incrível que ele achou ótimo ter ido lá.
• Asai perguntou sobre como era a comida. Uruha disse que no México só tinha comida apimentada e que era apimentado demais.
• Quando eles comeram lá pela primeira vez, posteriormente passaram a pensar duas vezes antes de comer de novo. Mas logo eles acabaram pensando em experimentar mais comidas apimentadas. Mas só um pouquinho.
• Asai perguntou sobre a empolgação dos fãs para os lives na América do Sul, se era diferente do Japão ou não. Uruha disse que, por exemplo, mesmo antes do live, tipo 3 horas antes do show, os fãs já estavam lá fora gritando como se tivesse acontecendo uma partida de futebol.
• Eles também ficavam cantando “Olê, olê, olê, olê, Gaze~ Gaze~”. Ele achou aquela empolgação toda incrível demais, a ponto de pensar “Essa empolgação toda é para quem?”
• Uruha disse que os gritos não paravam mesmo quando os fãs estavam dentro da casa de shows esperando os membros entrarem no palco. A energia e o clamor das vozes ainda estavam lá e as vozes eram muito altas também. Asai ficou muito impressionado quando o Uruha disse isso.
• “Eles chamavam pelos membros?” – Uruha disse que os fãs chamaram os nomes de cada um deles, tipo “Reita! Reita!”, “Kai!!”, “Ruki!!”, “Aoi!!”, mas quando foi a vez dele, ele só conseguiu escutar "Uuha! Uuha!". Não deu pra entender o “ru” do nome dele. Ele ficou na dúvida, mas pensou que talvez o nome dele seja difícil de pronunciar.

2. Aprovar (賛成) – Coisas com as quais ele se simpatizou no novo álbum (seja o processo, as músicas, as frases de guitarra, etc.).
• O Beautiful Deformity era para ser um álbum sem conceito e centrado na banda, mas Uruha achou que a sensação é que na verdade o álbum tinha um conceito.
• Quando o DJ Asai mencionou que o Aoi tinha dito que gosta dos solos de guitarra do Uruha e que eles são maravilhosos, Uruha ficou um pouco surpreso e disse "obrigado". Ele não pegou essa parte, embora tenha mencionado que escutou a entrevista do Aoi.
• Então ele explicou que durante os encontros de guitarristas que ele e o Aoi participaram, ele ouviu várias coisas que os senpai deles disseram.
• Um dos assuntos foi sobre como os guitarristas líderes conseguem brilhar porque eles têm um bom “backing” (ou seja, guitarrista base). É exatamente assim que o Uruha se sente com relação ao Aoi. É porque o Aoi toca tão bem a base, que o Uruha consegue acompanhar com um bom solo de guitarra.
• “Você e o Aoi são tipos diferentes?” – Uruha disse que mesmo eles sendo diferentes, há partes onde eles são mais parecidos. Uruha não tinha muita certeza sobre como ele e o Aoi são diferentes. Ele ficou um tempinho pensando nisso quando o Asai perguntou, e acabou rindo por não ter conseguido pensar em nada.
• Asai deu algumas sugestões para ele, dizendo que talvez a diferença esteja na forma de compor, ou de arranjar frases, até que Uruha teve uma idéia. Ele disse que ele e o Aoi sentem as coisas de uma maneira levemente diferente um do outro. Uruha disse que como humanos, nós temos as nossas próprias preferências e inclinações e que naturalmente isso também acontece com os membros. Por exemplo, ele pode gostar, ou entender uma certa frase de uma música, mas pode ser que o Aoi não.
• Asai perguntou se é possível distinguir os dois guitarristas ao escutar um álbum do the GazettE. Uruha disse que talvez haja pessoas que conseguem diferenciar as frases dele das do Aoi. Talvez eles tenham suas próprias diferenças no jeito de tocar guitarra, mas ele mesmo não consegue ver isso na sua própria forma de tocar. É como dizer para um artista que ele tem o seu próprio estilo de desenhar, ou pintar, mas ele não sabe exatamente.
• Poderiam haver certos aspectos no jeito dele tocar que as pessoas gostam, que as pessoas acham especiais, mas Uruha não saberia, porque ele provavelmente se sente diferente sobre esses aspectos.

--

Depois disso eles introduziram a música do novo álbum que seria tocada, que foi TO DAZZLING DARKNESS.

compartilhe nas redes sociais

Comente com o Facebook:

7 comentários:

Mymy :3 disse...

Oohw! Que amor! O Uruha é uma graçinha! .^ v ^. Que fofo! Ele ainda tentou pençar na diferença dele e do Aoi! Que fofo!
(particularmente eu sinto a magia do Uruha nas músicas! Kkkkkkk) as vezes não dá ne... Tenque prestar atenção.

Nada haver... Mas o Ruki é um fofinho lindo! O Reita é de mais! E Uruha é uma graçinha! Todos são fofinhos! Hahaha!

Bom... Obrigada pela tradução Ruby! Adorei! E obrigada pelo post todo! Ruby.

(,- o -,) insonia todo santo dia! Já virei um zombie! Kkkkkk!

Obrigada Ruby! Se não fosse o blog,eu morreria de tedio!

Mymy :3

Ruby disse...

Obrigada você :) E todo mundo que vem aqui, se não fosse vocês eu não sei o que seria de mim :)

thainara munhoz disse...

aawwn Uruha é o meu preferido! gostei da maneira como ele falou da America do Sul e tals, mas amo quando ele fala sobre o Aoi ou vice e versa *------*
Quando ouço as musicas deles fico ansiosa quando chega a hora do solo e eu ADORO o modo como ele joga a cabeça para quando ta tocando!!!
Obg Ruby :3

Anônimo disse...

'amo quando ele fala sobre o Aoi ou vice e versa'#2

na verdade, eles juntos fazem um som tão genial, que por isso adoro quando se mencionam mutuamente.

E obrigada pelo post, Ruby

Pe

Mymy :3 disse...

Ruby... Ruby... Sua fofa! :D nós é que temos que te agradecer! Pelo blog e pelas informações! São ótimas!
Obrigada! Por tudo! Ruby! TT - TT

Mymy :3

Mira disse...

O Uruha é tão fofo nas entrevistas, e eu acho-o meio tímido, principalmente quando se ri meio sem graça, mas é sempre sincero. ^^

Obrigado Ruby! :)

Anônimo disse...

Nossa, o Uruha é uma gracinha! Eu sempre achei que, por ele ser o membro considerado o "mais bonito", ele fosse todo fresco, e tal... Vejo o quanto eu estava errada! Então peço desculpas ao Uruha-san, mesmo que ele não vá ler isso (risos).
"Uuha"? Não, não, acho que diziam "Uruha" mesmo! (risos) Só que ele não ouvia... Vamos, não é tão difícil dizer o nome dele, não é?
Que lindinho, ele tem problema com comida apimentada~ Pena que ele não comeu um acarajé, huh? (risos)
Obrigada pela tradução, Ruby-san!
~Angel

Postar um comentário